Volta um Senado de suplentes, sem nenhum voto

 Um Senado de suplentes, com mandato caído do céu, sem nenhum voto, é o que se prepara estrear na próxima semana, com a volta do ''odiado'' recesso parlamentar. No início da atual legislatura, eles eram apenas oito, e agora passaram para 15. Por outro lado, ganha corpo o movimento, dentro e fora do Congresso, para acabar com a figura do suplente. É esperar para ver. Entretando, se aprovada a proposta, eles não deixarão nenhum saudade. Ao contrário.  ''''Eles chegam ao poder sem obter um único voto, servindo apenas para propagar a hegemonia de algumas famílias ou para agasalhar financiadores de campanha'''', diz o colunista Ilimar Franco.

Publicado em: 29/07/2011