Eduardo chora na posse de secretários

Emocionado, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), empossou, há pouco, a equipe de secretários que vai compor o seu segundo mandato à frente do Executivo estadual. Ele chegou a chorar durante a declamação de um poema de autoria de seu pai, Maximiliano Campos, pelo recém-empossado secretário-chefe da Casa Civil, Tadeu Alencar, segundo o portal Pernambuco.com

O governador tomou posse ontem e seguiu para a Brasília onde acompanhou a cerimônia que levou à Presidência do Brasil a primeira mulher no cargo, a presidente Dilma Roussef.

Hoje, ele ressaltou a importância do momento histórico que presenciou ontem, junto com a família, e convocou o secretariado a trabalhar sem descanso para reduzir as desigualdades em Pernambuco, lembrando que o Nordeste vive um momento “animado” e que o País atravessa uma fase de crescimento econômico.

Eduardo Campos se disse ainda mais animado com o segundo mandato e assegurou seu total apoio à gestão de Dilma Rousseff, a quem prometeu auxiliar na implantação de um modelo gestão voltado para a administração do dinheiro público que, segundo ele, será utilizado em nível federal na administração da presidenta Dilma.A posse dos secretários aconteceu na tarde de hoje, no Salão das Bandeiras, no Palácio do Campo das Princesas.

Publicado em: 02/01/2011