Descontrole na economia é ameaça a início do governo Dilma

 Dilma Rousseff ganhou a Presidência e assumiu ontem embalada no maior crescimento econômico em um quarto de década. Chegou sua hora de pagar a conta. Neste início de 2011, parte importante dos indicadores macroeconômicos do país estão em deterioração. A inflação sobe, o dólar retomou trajetória de queda, as contas externas pioraram e a economia para pagar a dívida pública diminuiu. Ainda em janeiro, no dia 19, o Banco Central poderá se ver obrigado a aumentar os juros para conter a inflação.

Isso pode ter novos impactos negativos sobre a dívida pública e sobre o dólar (que se desvaloriza quando mais moeda entra no país atrás do juro pago pelo BC, hoje em 10,75% ao ano). Mas a prioridade do Banco Central é com a inflação.

O descontrole nas despesas do governo (o gasto da União cresceu quase 25% entre janeiro e novembro em relação a 2009) está na raiz de muitos dos atuais indicadores negativos. (Folha de S.Paulo - Fernando Canzian)

Publicado em: 02/01/2011