Traficantes tentam impor curral fechado, diz ministro

 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Carlos Ayres Brito, disse no sábado (16/8) que o combate à ação de traficantes e milicianos no Rio será um "novo desafio" para a Justiça Eleitoral. "Esses grupos querem o poder e, para isso, se apoderam da coletividade periférica e tentam impor o curral fechado. Se a Justiça permitir que atuem livremente, será o mesmo que rendição”. A reportagem é da Folha de S.Paulo.

Publicado em: 17/08/2008