"Acusação a Dilma na venda da Varig é crise artificial"

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou ontem de "crise artificial" as denúncias sobre a suposta ingerência do governo na venda da Varig. A afirmação foi feita em reunião de coordenação política do governo - que reúne o presidente e seus principais ministros- e relatada por um dos participantes do encontro.

Para o presidente, as denúncias sobre o processo de venda da Varig para a VarigLog são mais uma tentativa de atingir Dilma, classificada por ele como "uma pessoa da qualidade que o Brasil poucas vezes produziu igual, uma pessoa que tem demonstrado uma capacidade de gerenciamento como ninguém".

"A impressão que eu tenho é que, como algumas pessoas imaginam que a Dilma pode ser candidata a alguma coisa, ela virou vidraça para todos os ataques que a oposição quer fazer", afirmou Lula na quinta-feira da semana passada.(Folha de S.Paulo)

Publicado em: 18/06/2008