PSDB deve recorrer ao Supremo contra aumento de IOF

O PSDB decidiu entrar até amanhã com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo a suspensão do aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) decretado pelo governo na semana passada. Durante reunião da Executiva Nacional, os dirigentes do partido resolveram também conversar com o governo sobre os cortes no Orçamento de 2008, defendendo, porém, a manutenção dos recursos destinados à saúde.

"Estamos abertos ao diálogo e queremos influir na discussão dos cortes", afirmou o líder do PSDB na Câmara, Antonio Carlos Pannunzio (SP), que participou da reunião. Em relação à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), os tucanos condenaram a Medida Provisória baixada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva elevando a contribuição, e prometem votar contra no Congresso.

Ao mesmo tempo, a assessoria do partido está preparando um levantamento sobre o montante de dinheiro do Orçamento de 2007 que foi empenhado e ainda precisa ser executado. O PSDB aprovou também um calendário de viagens dos dirigentes partidários ao Nordeste e Sudeste a fim de preparar o esquema das eleições municipais. Da Agência Estado.

Publicado em: 09/01/2008