Queda de produção industrial é passageira, diz IBGE

 A queda de 1,8% da produção industrial em novembro não demonstra tendência de arrefecimento do setor nos próximos meses, informou nesta segunda-feira o coordenador de indústria do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Silvio Sales.

O desempenho em novembro, segundo ele, foi resultado da combinação de uma forte base de comparação do mês de outubro, quando a indústria teve expansão significativa, e de menos dias úteis verificados em novembro.

"Esse resultado não altera a trajetória de 2007, que segue positiva. Quando se olha a comparação de novembro de 2007 com o período correspondente em 2006, nota-se uma forte expansão. Essa relação mostra que a tendência positiva permanece", afirmou. Na comparação com novembro de 2006, a expansão foi de 6,7%. (Folha Online)

Novembro teve dois dias úteis a menos do que outubro e, segundo o economista do IBGE, contribuiu para o resultado, sem ter sido determinante. Ele explicou que, por ser recente, ainda não é possível fazer uma comparação mais aprofundada dos efeitos do feriado do Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro. Este feriado foi decretado em 222 cidades. Desse total, as 20 maiores que não tiveram atividade representam 23% do PIB industrial.

Publicado em: 07/01/2008