PT Olinda contesta escolha de vice na chapa de João

O diretório do Partido dos Trabalhadores em Olinda divulgou um documento contestando a imposição da executiva nacional na escolha de quem será vice na chapa encabeçada por João Paulo (PCdoB) à Prefeitura de Olinda. A cúpula da sigla impôs Vivian Farias e vetou o presidente municipal, Lulinha do PT, que havia sido escolhido por unanimidade, na convenção realizada no dia 15.

Na carta de apelação enviada ao PT nacional, assinada por 11 dos 13 membros da legenda em Olinda, a escolha de Vívian Farias é questionada. "Esta companheira (Vivian) teve o seu nome retirado das discussões previas do partido para escolha do vice-prefeito que iria integrar a coligação PCdoB, PT e PSB, assim como todos os demais companheiros, por entenderem que a unidade em torno do companheiro Luiz Antonio (Lulinha) representa o melhor para partido no município”, traz um trecho da nota.

Os petistas locais também alertam para o “risco jurídico” de o PCdoB homologar a chapa João Paulo/Vivian e sofrer impugnação. "Não há como realizar o cumprimento da deliberação do diretório nacional, uma vez que as regras de substituição após a efetivação da transmissão da convenção partidária (ao TRE) devem seguir o disposto na legislação, sob pena de comprometer a candidatura de todos os integrantes da coligação majoritária e da chapa proporcional”, explica parte do documento enviado ao PT nacional.

*Com informações do site Observatório de Olinda.

Publicado em: 20/09/2020