Delegada Patrícia começa campanha recuando

Não durou um dia a promessa da delegada Patrícia Domingos, candidata do Podemos à Prefeitura do Recife, de tirar a capital do órgão responsável por gerir o transporte de ônibus na Região Metropolitana. Na manhã de ontem, a prefeiturável visitou o Terminal Integrado do Barro, na Zona Oeste, e bateu no sistema ao dizer que "é preciso ter coragem para recuperar a autonomia do Recife na gestão do transporte público" e que o consórcio Grande Recife "é responsável por um sistema que está massacrando o povo, com ônibus lotados, sem conforto e linhas inadequadas".

À noite, recuou e disse que o Recife permaneceria no órgão: "O município não sairá do Consórcio Grande Recife. Vamos continuar participando no que tange ao transporte intermunicipal." A atitude demonstra, no mínimo, precipitação e falta de tato ao oferecer soluções simples para tema tão complexo como é o transporte público.

O Recife é o centro do sistema e o que foi proposto pela candidata do Podemos traria mais problemas para uma situação já dura. Não é com bravata que resolverá a agonia do povo recifense, amontoado nos ônibus e metrôs diariamente.

Publicado em: 19/09/2020