Mendonça oficializa candidatura no Recife

Blog da Folha

Com o slogan "Recife Acima de Tudo”, parafraseando o mote da campanha do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) – "Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos", – o ex-ministro Mendonça Filho (DEM) oficializou seu projeto para disputar a Prefeitura do Recife, hoje. Com a exibição dos depoimentos de lideranças históricas do DEM, o prefeiturável adotou um discurso de oposição aos governos do PSB e de mudança. Na ocasião, a deputada estadual Priscila Krause (DEM) foi apresentada como a vice na chapa do projeto antagonista.

Em seu discurso, na abertura da convenção, Mendonça Filho criticou a situação da cidade e defendeu a necessidade de mudança. “Vamos percorrer os quatro cantos da cidade, levando nossas propostas, mostrando que é possível mudar. Chega de aventura, chega de experimentação. Aqui não é espaço para estágio não. Todo mundo cumpre etapa na vida. Eu comecei cedo, mas eu fui subindo degrau a degrau e levei muitas quedas. E as quedas foram boas pra mim. Quem não leva queda? Só filhinho do papai e da mamãe. Aí não leva queda. Acaba super protegido, tem tudo ao seu lado, tem um cerco, tem governo, tem palácios. Tem tudo, mas não tem domínio da decisão do povo. E o povo vai tirar essa turma que está no poder”, bateu Mendonça Filho, em indireta.

Visivelmente emocionada, Priscila Krause foi apresentada por Mendonça Filho como “nome que está longe de ser uma vice decorativa”. A parlamentar agradeceu aos demais líderes do campo oposicionista pela indicação para compor a chapa e relembrou sua trajetória política. A democrata lembrou o gesto de Mendonça de dar apoio para sua candidatura para prefeita do Recife em 2016.

Estiveram presentes ainda algumas das principais lideranças da oposição no Estado como o ex-senador Armando Monteiro Neto (PTB), a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), o presidente municipal do PSDB, Ricardo Chaves, e o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL).

O tom mais duro ficou por conta do ex-senador Armando Monteiro Neto voltou a provocar o pré-candidato João Campos (PSB) ao dizer, em seu discurso, que Recife “não é plataforma de estágio”.

Publicado em: 16/09/2020