Alepe terá espaço de debate sobre Segurança Pública

A Assembleia Legislativa de Pernambuco passa a contar, a partir de hoje, com um fórum exclusivo de debates em torno de questões relacionadas à segurança pública, que poderão resultar em proposições de lei no Estado. Através de sessão remota, a Alepe instalou nesta terça a Comissão permanente de Segurança Pública e Defesa Social por meio do Projeto de Resolução 1320/2020, de autoria da Mesa Diretora da Casa.

Após a mudança no regimento interno do Poder Legislativo estadual, o colegiado passa a integrar o conjunto de comissões permanentes na Alepe, num total de 17.

Os deputados Fabrizio Ferraz (PHS) e Antônio Moraes (PP) foram eleitos presidente e vice-presidente do colegiado que conta ainda como integrantes titulares os deputados Álvaro Porto (PTB), Delegada Gleide Ângelo e Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB). Os suplentes são os deputados Adalto Santos (PSB), Antônio Coelho (DEM), Delegado Erick Lessa (PP), Joel da Harpa e Wanderson Florêncio (PSC).

Para o presidente da comissão, Fabrizio Ferraz, a iniciativa da Alepe “corrige uma lacuna histórica”, a partir do momento em que o Legislativo estadual assume o compromisso de enfrentar um dos problemas mais sensíveis que afetam Pernambuco. “É um marco que deixaremos para o Poder Legislativo. Conduzirei este colegiado da forma mais democrática possível”, comprometeu-se.

Na condução da sessão que instalou a Comissão permanente de Segurança Pública e Defesa Social, a deputada Delegada Gleide Ângelo (PSB) também enfatizou a importância do colegiado. “Nosso objetivo é ajudar o Poder Executivo com propostas de políticas públicas que busquem reduzir os índices de violência. Defendo, ainda, que possamos colaborar com a valorização do material humano nas polícias, que contam com o menor efetivo desde 2012”, pontuou.

Publicado em: 11/08/2020