Os caminhos apagados dos escândalos em Paulista

Por Luiz Queiroz

A Polícia Científica de Pernambuco solicitou, no Diário Oficial de hoje, a contratação, via Governo Estadual, de duas licenças do software Axion da empresa Techbiz Forense Digital, pelo valor de R$ 143.529,60.

O objetivo é recuperar arquivos que foram supostamente apagados pelo prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB). O gestor foi afastado por suspeitas de corrupção em duas operações policiais, mas foi reempossado ontem.

O Axion deverá recuperar evidências digitais em arquivos apagados nos sistemas operacionais Android, Windows e IOS, investigados nos smartphones, tablets e computadores que foram apreendidos pela Polícia Civil.

Publicado em: 11/08/2020