Ex-prefeito de Machados dá sua versão sobre contas rejeitadas

Prezado amigo Magno,

Em relação à rejeição das contas por parte da Câmara de Vereadores de Machados, informo que continuo ficha limpa, pois não houve nenhuma irregularidade grave e o próprio parecer do Tribunal de Contas foi pela aprovação.

Há, inclusive, vasta jurisprudência da Justiça Eleitoral que garante o direito de candidatura e o fato ocorrido não me torna inelegível, qualquer afirmação neste sentido é falsa.

A própria Lei da Ficha Limpa estabelece que, para se tornar inelegível, é necessário que as contas tenham sido rejeitadas por irregularidade incorrigível que configure ato doloso de improbidade administrativa, o que não é meu caso, pois as contas tiveram parecer pela aprovação pelo TCE.

Deste modo, não será a decisão da Câmara de Vereadores, que é um julgamento político, que me tornará inelegível. Tenho total convicção que meu registro de candidatura será deferido pela justiça eleitoral, ratificando o meu compromisso com a seriedade e honradez.

Nossa liderança em todos os cenários das pesquisas internas, tem abalado os adversários, que jogam sujo, propagando fake news e mentiras, demonstrando medo da nossa pré-candidatura, que a cada dia recebe mais apoiadores.

Cido Plácido – ex-prefeito de Machados, atualmente filiado ao PL

Publicado em: 05/08/2020