Risco de contágio por Covid nos ônibus é grande

O infectologista Bruno Ishigami rebateu o levantamento divulgado pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE), ontem, sobre o transporte público não ser um vetor para a propagação do novo coronavírus. Em entrevista à TV Jornal, o especialista afirmou que há sério risco de contaminação nas aglomerações em ônibus.

“A gente vive com ônibus superlotados e isso pode ser sim um fator importante (para o novo coronavírus). É uma área abafada, com muita gente, muita gente uma perto da outra, muitas superfícies de contato, mas desde que a gente consiga respeitar as medidas de distanciamento social, que a gente consiga garantir que os passageiros não fiquem um em cima do outro, garantir que os passageiros vão estar usando máscaras o tempo todo. Então a gente ainda tem que ter muito cuidado”, declarou.

O protocolo estabelecido pelas autoridades sanitárias para evitar o contágio por Covid-19 tem sido desrespeitado constantemente, com registros de Terminais Integrados cheios e ônibus lotados na Região Metropolitana. Até o momento, o Grande Recife registra 16.707 casos graves da doença, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco ontem.

Publicado em: 05/08/2020