Descaso na merenda escolar em Paulista

Sob nova gestão desde 21 de julho, a Prefeitura de Paulista informou que encontrou diversas irregularidades em um elevado estoque de cestas básicas amontoado em salas de aula do Colégio Municipal José Firmino da Veiga e na Biblioteca da cidade. Ao se deparar com o material, solicitou a vistoria dos alimentos à Vigilância Sanitária, que detectou o vencimento de muitos deles, além da presença de insetos em razão da falta de higiene na conservação.

Segundo a Secretaria de Educação do município, esses kits deveriam ter sido entregues até 21 de julho, data limite para finalizar o repasse da terceira remessa aos estudantes. A Prefeitura informou ao blog que organizou um mutirão com servidores para retirar os alimentos impróprios para consumo.

Como resultado desse trabalho, 1.052 novas cestas básicas foram confeccionadas para entrega imediata, com início na última sexta-feira (31) e conclusão hoje (2). No último dia 21, o vice Jorge Carreiro (PV) assumiu a administração de Paulista após o afastamento por 180 dias do prefeito Júnior Matuto (PSB) graças a uma determinação judicial.

Há uma operação da Polícia Civil que investiga supostas fraudes em licitações no setor de lixo e limpeza urbana.

Publicado em: 02/08/2020