Facebook suspende perfis bolsonaristas fora do paĆ­s

UOL

O Facebook voltou atrás e informou hoje que vai cumprir determinação do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, que mandou a empresa bloquear perfis de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na rede social fora do país, no âmbito do inquérito das fake news.

O Facebook também voltou a dizer que vai recorrer ao próprio STF para tentar derrubar a decisão de Moraes.

"Devido à ameaça de responsabilização criminal de um funcionário do Facebook Brasil, não tivemos alternativa a não ser cumprir com a ordem de bloqueio global das contas enquanto recorremos ao STF", disse o Facebook em comunicado (leia a íntegra mais abaixo).

Ontem, Moraes multou o Facebook do Brasil em R$ 1,92 milhão por descumprir a decisão que ordenava o bloqueio mundial de contas de bolsonaristas e intimou o presidente do grupo no país, Conrado Leister, a prestar esclarecimentos. Em caso de novo descumprimento da decisão, a multa subiria para R$ 100 mil diários por conta.

O Facebook ainda classificou a ordem de bloqueio de perfis no exterior como "extrema" e disse que ela representa "riscos à liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira e em conflito com leis e jurisdições ao redor do mundo".

As contas dos investigados no Brasil já haviam sido suspensas pelo Facebook, mas os bolsonaristas tinham mudado suas configurações de localização e estavam conseguindo postar normalmente na rede social.

A matéria completa está disponível no UOL.

Publicado em: 01/08/2020