Auditor que xingou Ana Arraes é dispensado de gabinete

O presidente do Tribunal de Contas da União, ministro José Múcio Monteiro, resolveu dispensar de suas funções o auditor federal Edimilson Eremita de Oliveira por ter destratado a ministra Ana Arraes, na reunião virtual da última terça-feira.

Na ocasião, a ministra entendeu que o subprocurador Lucas Rocha Furtado havia pedido vista. Após a ministra conceder o pedido, Edmilson, que é o chefe de gabinete do integrante do Ministério Público junto ao tribunal, a criticou com xingamentos.

“Não pediu vistas, p***!", reagiu o servidor, sem perceber que o microfone estava aberto para que todos os ministros participantes da sessão. Se o auditor não se retratar, pode perder o cargo no TCU.

Publicado em: 31/07/2020