Entregadores de aplicativo realizam protesto no Recife

Do G1/PE

Entregadores de aplicativos realizaram, hoje, um protesto pelas ruas do Recife, pedindo melhores condições de trabalho e também de remuneração. Usando motos e bicicletas, eles seguiram pela Avenida Agamenon Magalhães, causando retenções no trânsito. Por volta das 13h, a manifestação chegou à Avenida Domingos Ferreira, no bairro de Boa Viagem, Zona Sul da cidade.

De acordo com a representante dos entregadores na Região Metropolitana, Pamella Silva, o grupo aderiu à pauta nacional de reivindicações dos entregadores. "Estamos buscando o pagamento mínimo, pagamento por quilometragem", disse.

Em nota à imprensa, as empresas que integram a Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia (Amobitec), que atuam no setor de delivery, informam que desde o início da pandemia foram tomadas diversas medidas de apoio, como distribuição gratuita ou reembolso pela compra de materiais de higiene e limpeza (máscara, álcool em gel e desinfetante) e a criação de fundos para pagar auxílio financeiro a parceiros diagnosticados com Covid-19 ou em grupos de risco.

Segundo a Amobitec, os entregadores cadastrados nas plataformas estão cobertos por seguro contra acidentes pessoais durante as entregas. A associação também informou estar aberta ao diálogo e que a mobilização desta quarta "não acarretará punições ou bloqueios de qualquer natureza".

A categoria se concentrou ao lado do Centro de Convenções de Pernambuco, no bairro de Salgadinho, em Olinda, de onde saiu por volta das 10h30. Acompanhados por um carro de som e monitorados por agentes e orientadores da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), o grupo seguiu pela Avenida Agamenon Magalhães.

Os manifestantes deixavam uma via para outros veículos, o que acarretou lentidão em alguns trechos. Às 11h30, o grupo estava na altura do Hospital da Restauração, no sentido Boa Viagem. Segundo informações do local, o grupo iria ao Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife, sede do governo estadual.

Publicado em: 01/07/2020