João e Mendonça batem boca pelas redes

Um bate-boca envolvendo dois postulantes à Prefeitura do Recife tomou conta do Twitter, ontem, e se estendeu hoje. O deputado federal e pré-candidato pelo PSB, João Campos, e o pré-candidato a prefeito pelo DEM, Mendonça Filho, trocaram farpas. 

Tudo começou a partir de uma cobrança pública que Mendonça fez a João Campos, pedindo para se solidarizasse com as vítimas da doença e mencionando as diversas denúncias de corrupção que pairam sobre a compra de respiradores no Recife, que é administrado por Geraldo Julio, aliado do deputado.

"Após um longo e vergonhoso silêncio e omissão diante da falta de leitos, de mortes e das denúncias de desvio com recurso da pandemia, era de se esperar que o deputado João Campos viesse à público se solidarizar com as famílias que perderam parentes por falta de leito de UTI", escreveu o ex-ministro.

Mendonça Filho foi além: "Ao invés disso, João Campos divulgou nota em solidariedade ao prefeito do Recife, Geraldo Júlio, após a Polícia Federal fazer busca e apreensão na Prefeitura. A Operação Apneia investiga a compra de 500 respiradores só testados em porcos e a uma empresa fantasma."

João Campos, por sua vez, reagiu: "Depois de ter sido ministro de Temer e defensor de Bolsonaro, vejo pouca propriedade em Mendonça Filho para atacar quem defende os que lutam de verdade para cuidar do povo do Recife."

O deputado federal prosseguiu. "Estranho a cobrança vindo de quem silenciou diante dos desmandos de um presidente da República na Educação, no Meio Ambiente, nos direitos dos trabalhadores e, principalmente, na condução desastrosa da crise do Coronavírus", disparou.

Publicado em: 30/05/2020