Tudo ou nada

Pré-candidato do PSB a prefeito do Recife, o deputado federal João Campos saiu da toca. Aconselhado por seu marqueteiro e pressionado pelo padrinho da sua candidatura, o prefeito Geraldo Júlio, aceitou colocar suas digitais no escândalo do superfaturamento de compras pela Prefeitura com recursos federais destinados à compra de equipamentos médicos e de pacientes da Covid-19.

Em suas redes sociais, defendeu o prefeito das acusações de malversação do dinheiro público, objeto de reportagem também da revista IstoÉ, cujo texto postamos logo cedo, sendo possível conferir entre as postagens anteriores. "São dois servidores públicos honrados", disse, referindo-se também ao secretário de Saúde do município, Jailson Correia, que teve seu gabinete e casa vistoriados na operação de ontem por agentes da Polícia Federal.

Esquece o deputado que quem está acusando de desonesta a gestão do seu aliado não é a oposição nem a mídia. Tudo é fruto de um trabalho investigação dos órgãos de controle, como Ministério Público de Contas do Estado.

Publicado em: 29/05/2020