Se fingindo de morto

A administração do PSB de Pernambuco se destacou no cenário nacional pelas denúncias de corrupção envolvendo a merenda escolar no escândalo da Casa de Farinha. Agora, em meio à operações da Polícia Federal para investigar o dinheiro federal enviado para o combate à pandemia do coronavírus, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), se finge de morto com as sérias denúncias feitas pelo Tribunal de Contas, pelo Ministério Público de Contas, pelo Ministério  Público Federal e pela Polícia Federal.

Denúncias que envolvem compras sem licitação com dinheiro da COVID 19, que deveria estar sendo usado para salvar vidas. Mas há quem ache que isso é apenas a ponta de um Iceberg. Já circulam informações sobre os gastos com publicidade e com gráficas que, se quer, prestaram serviços. Em breve, o País poderá conhecer sem se surpreender novos capítulos dessa gestão tão transparente.

Publicado em: 26/05/2020