Da série doidice tropical

Por Angelo Castello Branco

Há uma crise de natureza ética na mídia brasileira. Frases são cortadas ao meio deturpando e dando um sentido completamente inverso em relação ao que de fato foi dito.

A paixão ideológica está comprometendo a credibilidade. Não importa se a deturpação atinja a direita ou a esquerda. A má-fé da edição de um jornal ou de uma postagem na rede social tem um efeito devastador. São muitos os exemplos. Desde a famosa edição do debate da TV Globo em 1989 entre Lula e Collor até os noticiários de ontem e de hoje.

Um grande jornal disse hoje que Bolsonaro, na polêmica reunião e 22 de abril, defendeu que o povo seja armado. Quando na verdade ele disse que o povo deve se armar para combater ditaduras.

Pessoalmente sou contra qualquer tipo de arma. Mas a favor da informação correta e honesta, tenha ela o endereço e as consequências que tiverem.

As pessoas são responsáveis pelo que dizem. E a imprensa deve ser responsável pela informação correta. Simples assim.

Publicado em: 23/05/2020