Silvio pode ter cancelado telejornal por razões políticas

A decisão de Silvio Santos em substituir a edição de hoje do telejornal "SBT Brasil" por uma reprise do programa de fofocas "Triturando" pegou de surpresa o departamento de jornalismo da emissora. A razão para a medida drástica teria sido de cunho político.

A informação é do colunista Mauricio Stycer, do UOL. Segundo o jornalista, quatro funcionários do SBT confirmaram a versão. Na edição de ontem do "SBT Brasil", houve queixa do Governo Federal ao dono da emissora pelo principal assunto do telejornal ter sido o vídeo da reunião ministerial realizada em 22 de abril. 

Hoje, Silvio Santos teria pedido à equipe do noticiário para que exibisse apenas a agenda do presidente Jair Bolsonaro neste sábado (25). Havia a expectativa de que o telejornal fosse ao ar às 20h30, fora do seu horário habitual (19h45). No entanto, a equipe acabou sendo dispensada do plantão.

Os telespectadores não foram avisados da substituição na grade do canal. No ar desde 2005, o "SBT Brasil" nunca havia deixado de ser exibido até agora.

A substituição também causou ao SBT a pior audiência do ano no horário das 19h45: o Ibope de hoje caiu para dois pontos.

Publicado em: 23/05/2020