A versão da Prefeitura do Ipojuca

Nota oficial

A Prefeitura do Ipojuca informa que a primeira parcela de pagamento do Benefício Eventual Municipal (BEM), benefício este pioneiro no estado de Pernambuco neste período de pandemia da COVID-19, foi paga exclusivamente com recursos próprios. O repasse para o Fundo Municipal de Assistência Social no valor de R$2.017.600 (dois milhões, dezessete mil e seiscentos reais) foi realizado no dia 28 de abril de 2020 e a entrega dos cartões do BEM para os trabalhadores informais cadastrados na Prefeitura teve início no dia 15 de maio de 2020.

O repasse da Câmara Municipal do Ipojuca no valor de R$ 4 milhões, conforme solicitado pela gestão municipal e prometido pelos vereadores, não foi feito em sua integralidade até esta sexta-feira (22). Dos R$ 4 milhões, apenas R$ 2,5 milhões foram repassados ontem (21) pelo Legislativo Municipal. Como é possível o presidente da Câmara dos Vereadores, declarar que a primeira parcela do BEM foi feita com recursos da Câmara se o repasse só foi feito ontem e o pagamento aos beneficiários começou no último dia 15? A Prefeitura do Ipojuca mais uma vez lamenta a postura do presidente da Câmara que tenta confundir a população e fazer política em um momento tão delicado para o nosso povo. Mas também entendemos que esta é uma posição isolada e não encontra força nos demais vereadores que sabem distinguir política pública da política partidária.

A segunda parcela do BEM, prevista para o próximo dia 30, será paga com o valor repassado pela Câmara. E a terceira parcela, será como a primeira, exclusivamente paga com recursos da Prefeitura do Ipojuca. A Prefeitura do Ipojuca espera que seja cumprido o que a prefeita Célia Sales pediu: “Não é hora de fazer política com a dor dos outros” e que haja harmonia entre os poderes para que possamos ajudar a população de fato como ela precisa neste momento.

Prefeitura Municipal do Ipojuca

Publicado em: 22/05/2020