Coluna desta quarta na Folha

PSB já trabalha com Marília no páreo

Pelo tom das entrevistas, ontem, no Frente a Frente, do líder do PSB na Câmara, Tadeu Alencar, e do próprio João Campos, pré-candidato à Prefeitura do Recife, já está bem digerido o cenário para 2020, na capital, tendo o PT do outro lado do balcão.

Numa abordagem mais direta, Tadeu afirmou que a pré-candidata do PT, Marília Arraes, não se apresenta como bicho-papão, mesmo com Lula em seu palanque. Para ele, o PSB tem um candidato em potencial, serviços prestados ao Estado e ao Recife, particularmente, e uma vitrine – a gestão de Geraldo.

Já João, ao ser abordado sobre o assunto, disse que a manutenção do PT na aliança com o PSB só entrará em discussão no ano que vem, mas que não passa pela sua cabeça nenhum temor do enfrentamento. Com PT aliado, o quadro é bem favorável para João. Sem a legenda, com Lula bombando Marília, só existe uma certeza: uma eleição recheada por capítulos emocionantes.

Bolsa na constituição – A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados deu um passo importante, ontem, para acabar de vez com o velho discurso de candidatos ao Planalto para manter o Bolsa-Família. Pelo texto aprovado, a ser encaminhado para votação em plenário, o programa passa a ser obrigação para qualquer Governo, lei assegurada pela Constituição. Belo avanço!

Túlio presidente – O ex-ministro Ciro Gomes e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, estão arrumando as malas para novo voo rumo ao Recife. Na pauta, a posse do deputado Túlio Gadelha, pré-candidato do partido à Prefeitura do Recife, na presidência do diretório municipal da capital. Resta saber se os dissidentes José e Wolney Queiroz abonam Gadelha.

Boicote forçado – Em tempos bicudos para pagar pessoal, cumprir os rigores da lei do 13º salário até o próximo dia 20, os prefeitos pernambucanos ficaram de fora da marcha a Brasília, ontem, promovida pela Federação Nacional dos Municípios. Dos 185, apenas dez meteram a mão no bolso para comprar passagem e pagar as despesas de hotel em Brasília, esvaziando o ato.

Estádio – De passagem, ontem, pela marcha dos prefeitos, em Brasília, Inácio Manoel, o Nino (PSDB), de Nazaré da Mata, fechou mais apoios e recursos para construção de um estádio de futebol no município. No plano estadual, o deputado Antônio Moraes (PSDB) garantiu uma emenda para o projeto.

Namorico – Que o deputado Sebastião Oliveira não saiba, mas o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), está de namoro firme com o Palácio das Princesas. E não será surpresa se a secretária de Saúde, Márcia Conrado, sua candidata já confirmada, tomar assento no ninho socialista.

MAIS FORTE – Em São Caetano, o prefeito Jadiel Braga (PSDB) corre o risco de perder a reeleição se a oposição tomar juízo e selar a união. Dentre os adversários, o mais competitivo é o ex-vereador para Josafá Almeida (PSL), ex-vice de Jadiel, conforme pesquisa que tomei conhecimento.

Perguntar não ofende: Onde Bolsonaro está com a cabeça para mexer em cotas para deficientes no mercado de trabalho?

Publicado em: 04/12/2019