Miguel passa a integrar Rede pela Sustentabilidade

O prefeito Miguel Coelho foi uma das 99 lideranças aprovadas num processo seletivo para integrar a Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS). O gestor concorreu com mais de 7 mil homens e mulheres com vocação para gestão pública e mobilização social. Foram escolhidos senadores, deputados, três prefeitos, vereadores de 21 partidos e pessoas sem cargo político.

Para integrar a instituição, Miguel teve de passar por cursos de formação e avaliações em diversos temas ligados à prática política e gestão. Ao assumir o vínculo formal com a RAPS, o prefeito sertanejo assume responsabilidades relacionadas à sustentabilidade social, econômica e ambiental da sociedade para adotar, inclusive, na Prefeitura de Petrolina. "Esse é um grupo que envolve mais de 500 lideranças no Brasil inteiro com variadas ideologias, de esquerda à direita, mas com um propósito em comum, realizar ações conectadas com a população, respeitando princípios democráticos e socioambientais. Fico muito feliz e motivado por ingressar nesse seleto grupo após concorrer com mais de 7 mil pessoas e agora é adotar essas práticas em nosso dia a dia na vida política", ressaltou o prefeito.

A Rede de Ação Política pela Sustentabilidade é uma organização pioneira na política brasileira, fundada em maio de 2012, cuja missão é contribuir para a melhoria da qualidade da democracia brasileira. Isso é feito mediante a atração, seleção, formação, apoio e monitoramento de lideranças políticas – com e sem mandatos eletivos – comprometidas com a ética, a transparência e a sustentabilidade. O grupo conta com líderes como os governadores do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB); a senadora Mara Gabrilli (PSDB); os deputados Vinícius Poit (NOVO), Tábata Amaral (PDT) e Priscila Krause (DEM).

Publicado em: 13/11/2019