Manuela escreve a Joice sobre ataques da milĂ­cia virtual

Manuela escreve a Joice: "Percebeu na prática o machismo no Congresso". D'Ávila se solidariza após choro de Hasselmann, relembra ocasiões em que foi às lágrimas por ataques e pede denúncias contra "gangue que espalha mentiras".

Da Redação da Veja

 

A ex-deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) publicou, na noite desta quarta-feira 7 em suas redes sociais, uma carta endereçada à deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), que na terça-feira chorou na tribuna do plenário da Câmara ao relatar ataques que tem recebido de correligionários políticos e nas redes sociais.

No texto, Manuela se disse solidária ao choro de Joice e relatou ocasiões em que ela própria chorou por receber insultos e agressões. Ela ainda lembrou de um debate no qual Joice discordou sobre a existência de machismo no Congresso e lamentou que ela esteja “percebendo na prática”.

“Naquela ocasião [quando Joice e Manuela debateram em um podcast] você ainda era líder do governo e divergia de mim com relação à existência do machismo no Congresso Nacional. Bastava "se impor no grito que tudo estaria resolvido". Fico sinceramente triste por você ter percebido, na prática, que aquilo que eu dizia era real de uma maneira tão brutal e cruel. O machismo existe ali porque existe no mundo”, escreveu Manuela.

Joice, que foi retirada da liderança do governo no Congresso em outubro devido a uma crise no PSL, disse na terça-feira que desde então tem recebido ataques “sórdidos”. Ela se emocionou quando contou que um dos seus filhos a questionou sobre as motivações para os xingamentos que tem recebido nas redes sociais.

Manuela citou casos em que seus filhos também foram impactados por agressões e ofensas. “Não é fácil ver como eles envolvem aos nossos filhos para buscar nos destruir emocionalmente. Eles buscam nos liquidar, Joice, nos levar as lágrimas. Como te levaram na tribuna ontem, como me levam quase todos os dias há longos quatro anos”, declarou a deputada gaúcha.

Na carta, Manuela diz que “não é mesmo nada fácil ser mulher e cair nas mãos da milícia virtual que governa o Brasil” e cita outros políticos: “Maria do Rosário viu sua filha exposta. Jean Wyllys saiu do Brasil. Marielle Franco tem sua memória destruída todos os dias”.

Por fim, Manuela pede que Joice denuncie o que ela classifica como uma “gangue que espalha mentiras para destruir as pessoas e, assim, governar o Brasil”.

“Precisamos que você faça isso para que nenhuma outra pessoa passe pelo estamos passando, para que mais nenhuma filha ou filho sofra em meio a esse jogo sujo”, diz o texto.

Leia mais com a carta na íntegra aqui: Manuela escreve para Joice: 'Percebeu na prática o ...

Publicado em: 07/11/2019