Os detonautas da Família Trapo

MONTANHAS DA JAQUEIRA – À moda de Adélio e em nome da transparência, o Capitão 17 deu uma facada no bucho do PSL. As tripas gaiteiras do governo estão sangrando. Esta é uma faca de dois legumes, os legumes da Nova Política e os legumes da Velha Política. Eis a Novelha Política.

Ao tempo em que dá uma facada no bucho do PSL e de suas crias, o Capitão Marvel preserva figuras notórias do próprio governo enrascadas até o talo da macaxeira em casos mal-assombrados.

Os detonautas da nova Família Trapo estão em ação. Nos tempos gloriosos da Família Trapo, de Ronaldo Golias e Jô Soares, o personagem Bronco era inocente. Hoje os detonautas pupilos do Capitão Marvel são cobras mal criadas.

Os detonautas da Família Trapo estão em ação. No início do governo o Zero 02 detonou o secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, depois detonou o secretário de Governo, general Santos Cruz, agora detona a liderança na Câmara dos Deputados e a líder Joice Hasselmann. O partido do governo está esfaqueado. Oh insensatez!

O detonauta Zero 02 ridiculariza a deputada Joice Hasselmann, chamada de Peppa Pig, a porquinha cor de rosa do seriado americano, por ser ela uma rechonchuda. Bate-rebate: “Nem-nem, menino mimado, nem líder nem embaixador”. O Zero 02 e a madame Peppa são duas cascavéis.

O destino do Capitão 17 nas mãos dos seus detonautas é a dança da solidão.

A dança da solidão acende a teoria das “aproximações sucessivas” do vice-presidente general Hamilton Mourão. A solidão é incompatível com a governabilidade e gera maus presságios.

Os atropelos do governo às vezes obscurecerem  as conquistas relevantes na área econômica, no combate à violência,  saneamento de finanças, desregulamentação e fim do financiamento às ditaduras comunistas.

No tratamento antidrogas existe a técnica de redução de danos. O veneno vermelho, droga pesada e alucinante, havia anestesiado a consciência nacional e a seita vermelha operou tenebrosas transações na Petrobras, BNDES e empresas estatais. A onda do Capitão Marvel foi adotada como tratamento de choque para redimir o País da droga vermelha. Oh glória!

Segue no tratamento de redução de danos. Se o Capitão Marvel tiver juízo convém dar uns cascudos nos seus pupilos detonautas para espantar a dança da solidão e navegar na derivada positiva.

Publicado em: 21/10/2019