Bolsonaro tira Joice Hasselman da liderança do Governo

Do G1

O presidente Jair Bolsonaro decidiu, hoje, tirar a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) do comando da liderança do governo no Congresso. O presidente escolheu o senador Eduardo Gomes (MDB-GO) para substituir a deputada no cargo.

A deputada assinou a lista de apoio à manutenção do deputado Delegado Waldir (GO) na liderança do PSL na Câmara dos Deputados. A lista foi validada pela Câmara no início desta tarde e Waldir mantido no cargo.

Das três listas de assinaturas protocoladas na Secretaria-Geral da Mesa da Câmara, duas eram em apoio ao deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro. Uma continha 26 assinaturas válidas e outra, 24. A lista em apoio a Delegado Waldir tinha 29.

A disputa pela liderança é mais um capítulo da crise interna da sigla, que se acentuou na semana passada após Jair Bolsonaro deflagrar publicamente um conflito político com o presidente do partido, deputado Luciano Bivar (PE).

Joice foi escolhida como líder do governo no Congresso pelo presidente Jair Bolsonaro em fevereiro deste ano. A deputada é filiada ao PSL, mesmo partido de Bolsonaro, e está no primeiro mandato de deputada federal, eleita com 1 milhão de votos.

Ao colunista do G1 Valdo Cruz, Joice Hasselmann afirmou que cansou de fazer discurso para "consertar as besteiras" do governo. "Minha alforria chegou. Cansei de fazer discurso para consertar as besteiras deste governo", disse Joice.

A deputada afirmou, ainda, que a "ingratidão impera" no governo do presidente Jair Bolsonaro. "Falei para o Ramos [Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo] que a ingratidão impera neste governo", disse a deputada.

Publicado em: 17/10/2019