Coluna desta sexta na Folha

Arcoverde em pé de guerra

Vistos com desconfiança como responsáveis pelo pedido de transferência do delegado Israel Rubis, para Vitória de Santo Antão, os políticos da situação em Arcoverde, a começar pela prefeita Madalena Brito (PSB), estranhamente, não se pronunciaram, ontem, sobre a decisão do secretário de Defesa, Antônio de Pádua, que mexeu com os brios da população.

Paraibano de origem, Rubis respondeu pela delegada regional da cidade durante 16 meses, prendeu muitos bandidos, combateu o narcotráfico e, recentemente, investigava denúncias sobre irregularidades nas contas da presidente da Câmara, Célia Galindo (PSB).

Rubis meteu as mãos num grande vespeiro no momento em que estendeu seu trabalho, aplaudido pela população, para o campo político. Tanto que Galindo subiu à tribuna da Câmara e comunicou que, em nome dos seus colegas de parlamento, já havia denunciado o delegado à Corregedoria Geral do Estado.

Efeito cascata – Um dia após a derrubada de vetos do presidente à Lei de Abuso de Autoridade, o deputado Fernando Rodolfo (PL) denunciou, ontem, que a juíza Pollyanna Maria Barbosa soltou, em Garanhuns, 12 presos acusados de formarem uma organização criminosa. “Por isso, votei contra a derrubada dos vetos”, afirmou. Dos 12 condenado soltos, dois estavam em prisão domiciliar.

Calote? – A mesa diretora da Assembleia Legislativa não autorizou, até ontem, o pagamento das indenizações dos mais de 600 assessores que prestaram serviços na legislatura passada a deputados não reeleitos. Nunca a Casa deixou de cumprir as obrigações das leis trabalhistas. E o pior é que tem muita gente passando fome, porque não consegue mais emprego no mercado de trabalho.

Sem pagar – Em recuperação judicial, a Ondunorte, uma das maiores empresas de produção de papel e papelão do Estado num passado não muito distante, não pode, por lei, atrasar o pagamento de fornecedores sob o risco de sofrer mais duras penalidades. O fato, porém, é que nenhum prestador de serviços tem visto a cor do dinheiro da empresa. Vai se complicar ainda mais.

Estranheza – O chefe da Polícia Civil, Joselito Kerhle do Amaral, não quis se pronunciar, ontem, no Frente a Frente, sobre a transferência do delegado de Arcoverde, alegando que a decisão ainda não fora oficializada. Estranho, porque Israel Rubis se manifestou no dia anterior, pelas redes sociais.

Fachada – Pré-candidato do PSB a prefeito de Garanhuns, o deputado Sivaldo Albino diz que o prefeito Izaías Régis (PTB) completa o segundo mandato primando por ações de fachada, para impressionar, algumas delas investigadas por suspeita de superfaturamento, como a rede de lâmpadas LED.

BLEFE – O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares, que troca, amanhã, o PSDB pelo MDB, chegou ao gabinete do prefeito José Patriota (PSB) para comunicar que se tratava de uma invencionice da Imprensa a versão de que teria rompido com o seu grupo. E Patriota agora é do MDB?

Perguntar não ofende: Por que nenhuma autoridade de Arcoverde levantou a voz em defesa do delegado?

Publicado em: 27/09/2019