PE apresenta projetos para atrair franceses

O Governo de Pernambuco apresentou, ontem, à Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) um conjunto de 28 projetos alinhados com os conceitos de desenvolvimento sustentável e enfrentamento às mudanças climáticas. As iniciativas representam mais de R$ 2,7 bilhões em investimentos em diversas região do Estado. O encontro, que aconteceu na sede da instituição em Brasília, contou com a participação dos secretários José Bertotti (Meio Ambiente), e Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico), do assessor Especial, Antônio Carlos Figueira; e do secretário executivo de Planejamento, Adriano Danzi.

As ações apresentadas contemplam áreas como resíduos sólidos, cobertura vegetal, monitoramento do ar, energia, educação ambiental, além de esgotamento sanitário, mobilidade, parques urbanos e água. “Todos os projetos expostos pelas diferentes secretárias do governo estão em consonância com a Política Estadual de Enfrentamento às Mudanças do Clima. Apresentamos iniciativas consistentes para infraestrutura hídrica, desenvolvimento de arranjos produtivos no Sertão, monitoramento da linha da costa e de emissões de Gases do Efeito Estufa, e mais. São projetos que dialogam diretamente com os objetivos da AFD”, comentou o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti.

Entre as iniciativas levadas para AFD no setor de energia estão: a implantação de módulos produtivos utilizando a energia renovável através de biodigestores; e a criação de unidades produtivas com utilização de energia solar para o Agreste e Sertão. Também há propostas para reflorestamento, monitoramento da cobertura vegetal do Estado e da qualidade do ar em Unidades de Conservação, implantação de centros de triagem, recuperação de áreas de resíduos sólidos, implantação de sistemas de abastecimento de água e estudos de exploração de aquífero. 

A apresentação ocorreu duas semanas após o encontro do diretor regional da Brasil Cone Sul – Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Phillipe Orliange, e o governador Paulo Câmara, no Recife. A AFD possui ações de investimento em áreas ambientais em 115 países, e trabalha com financiamentos, na forma de crédito a longo prazo, com períodos de carência e taxas melhores que as do mercado, e também doações para as parcerias técnicas que acompanham os financiamentos, nas áreas de biodiversidade, clima, educação, paz urbanismo, saúde, entre outras. 

Publicado em: 12/09/2019