Coluna desta segunda na Folha

Neves agrada mundo jurídico

O governador Paulo Câmara (PSB) escolheu mais rápido do que se esperava o advogado Carlos Neves, do Conselho Federal da OAB, para suceder a João Campos, que morreu na véspera do São João, no Conselho do TCE. O mundo jurídico bateu palmas.

Carlos Neves é advogado eleitoral, preside a Comissão Especial de Direito Eleitoral da OAB nacional, foi integrante do Conselho Consultivo da Escola Nacional da Advocacia e é quase uma unanimidade no seu segmento no Estado. Íntegro e respeitado, Carlinhos, como é tratado pelos mais próximos, tem trânsito entre a direita e a esquerda.

“É um dos quadros mais qualificados da advocacia que já conheci”, afirma o advogado Walber Agra, especializado também em direito eleitoral. Aos 44 anos, com 20 de atuação nas causas jurídicas, Carlos Neves tem também mestrado pela Faculdade de Direito de Lisboa, foi professor universitário e diretor-geral da Escola Nacional de Advocacia da OAB-PE.

Alepe convocada – O presidente da Assembleia, Eriberto Medeiros (PP), deve convocar a Casa, que está em recesso, para apreciar e votar a indicação do advogado Carlos Neves para conselheiro do Tribuna de Contas. Conversações nessa direção já foram feitas no último final de semana, quando Câmara bateu o martelo sobre a escolha ouvindo Eriberto e outros aliados no parlamento.

Mais cortes – Se já existem choro e ranger de dentes nas universidades com e extinção de 22 mil cargos federais, fim de gratificações em 119 postos de direção, cortes de 1.870 coordenações de cursos e 460 funções gratificadas, o pior vem por aí: no próximo dia 31, mais 11.261 funções gratificadas serão extintas. Mexe diretamente na remuneração de reitores e diretores.

Mídia nacional – Estreante na concorrida disputa pela mídia entre o Salão Verde da Câmara, as comissões temáticas e o plenário da Casa, o deputado Silvio Costa Filho (PR) tem furado espaço nacional. Ocupou página inteira ontem do Estadão como o político que fez alianças com o PT em Pernambuco, mas está apoiando a reforma da Previdência na comissão especial.

A virgem – O presidente da República continua a produzir uma polêmica atrás da outra. Ontem, o jornal O Globo estampou a seguinte manchete: “Bolsonaro: O Brasil é a virgem que todo tarado quer”. Foi uma resposta as críticas de líderes europeus sobre a política ambiental brasileira.

O nome – Em Belo Jardim, o grupo Mendonça já escolheu o candidato a prefeito. É o vereador e ex-prefeito Gilvandro Estrela (PV), que une todas as correntes do ex-ministro, como Doutor Maneco, ex-secretário de Saúde, ex-prefeito Marco Coca-Cola e o ex-vereador Zé Lopes.

UNIÃO – O radialista Jonas Silva testou seu prestígio em Camaragibe: na festa dos dez anos do programa Repórter Camará colocou lado a lado adversários ferrenhos, como a prefeita Nadegi Queiroz, o ex-prefeito Jorge Alexandre, o jornalista Gustavo Matos o ex-vice-prefeito Bosco Silva.

Perguntar não ofende: Rodrigo Maia consegue aprovar em primeiro turno em plenário esta semana a reforma da Previdência?

Publicado em: 07/07/2019