Meira é preso em operação sobre licitações

A Polícia Civil deflagrou, na manhã de hoje, a operação Harpalo II, que trata de investigação sobre fraudes em licitações, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Entre os que tiveram prisão preventiva decretada está o prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira. Eis abaixo a nota da Secretaria de Defesa: 

Nota oficial

A Secretaria de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, no âmbito do Pacto Pela Vida, desencadeou, na manhã desta quinta-feira, a 53ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada “HARPALO II” vinculada à Diretoria Integrada Especializada – DIRESP, sob a presidência da delegada Jéssica Ramos.

A investigação começou em dezembro de 2018, com objetivo de prender integrantes de Organizações Criminosas, voltada para a prática dos crimes de:

1) FRAUDE EM LICITAÇÃO;

2) CORRUPÇÃO;

3) LAVAGEM DE DINHEIRO;

4) ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA.

Durante a operação, estão sendo cumpridos 5 mandados de prisão preventiva entre eles a do prefeito de Camaragibe, Demóstenes da Silva Meira, também o seu afastamento cautelar, todos expedidos pelo desembargador do TJPE. 

Na execução, foram empregados 40 Policiais Civis, entre delegados, agentes e escrivães.

A Operação está sendo coordenada pela DIRESP  e supervisionada pela Chefia de Polícia.

As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco – DINTEL e pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro – DRACO.

Os detalhes preliminares da referida operação serão divulgados logo mais, no prédio sede do DRACO.

Chefia de Polícia

Publicado em: 20/06/2019