Coluna desta segunda na Folha

Longe do teto do INSS

A reforma da Previdência acaba com o regime de aposentadoria especial para senadores e deputados federais a partir da próxima legislatura. Por isso, 180 deputados dos 513 já se anteciparam e requereram esse direito. Hoje, com apenas dois mandatos, suas excelências têm o direito à aposentadoria proporcional.

Pelo Plano de Seguridade Social dos Congressistas, eles contribuem mensalmente com R$ 3.713,93, valor correspondente a 11% do salário, que é de R$ 33.763,00. Aprovada a reforma, os políticos da próxima legislatura passarão a seguir as mesmas regras do setor privado, cujo teto de aposentadoria do INSS é de R$ 5.839, 45.

Com apenas seis anos de mandato, senadores e deputados já conseguem uma aposentadoria com valores superiores ao teto do INSS, porque a cada ano o parlamentar tem direito a 1/35 (um trinta e cinco avos) do salário total. Se ele contribuir por 35 anos, se aposenta com R$ 33.763,00.

Quem requereu – Dos 180 deputados que se preocuparam em antecipar o pedido do regime especial de aposentadoria, 13 são de Pernambuco: André de Paula, André Ferreira, Augusto Coutinho, Carlos Veras, Daniel Coelho, Eduardo da Fonte, Fernando Filho, Fernando Rodolfo, Gonzaga Patriota, Marília Arraes, Raul Henry, Túlio Gadelha e Wolney Queiroz. Mais da metade da bancada.

Nas ruas – Na lista dos que pediram aposentadoria especial, o líder do Cidadania na Câmara, Daniel Coelho, foi às ruas, sexta-feira passada, protestar contra a reforma da Previdência. E ainda espalhou vídeos pelas redes sociais com manifestantes queimando pneus na ação criminosa de bloqueamento de estradas e até vias de acessos no centro do Recife.

Mas quem acha? – O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PL), garante que passou a semana passada no município, inclusive acompanhou o dilúvio que caiu na cidade matando uma pessoa e deixando centenas desabrigados. O problema é que ninguém encontra a sua excelência, daí os reclamos dos mais aflitos com os danos gerados pela tempestade.

Morte – Faleceu, ontem, em Afogados da Ingazeira, o ex-presidente da Fetape, Antônio Marques dos Santos. Atuante líder sindical, pai do advogado Carlos Marques, assessor do prefeito José Patriota (PSB), Marques começou carreira como presidente do Sindicato Rural de Afogados.

Na rede – Um trabalhador com processo na justiça em São José do Egito, no Pajeú, encontrou uma forma inusitada de protestar contra a lentidão da juíza Tayna Lima Prado: estendeu uma rede na vaga da garagem da magistrada no Fórum local e ficou deitado à espera da digníssima.

CIDADÃO – Presidente estadual do PSB e secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes vira, hoje, às 18 horas, em sessão especial da Câmara, Cidadão de Olinda. A proposta, aprovada por unanimidade, foi do vereador Algério Nossa Voz, do PSB.

Perguntar não ofende: Como um deputado pode ser contra a Reforma da Previdência optando pelo regime especial da Câmara?

Publicado em: 16/06/2019