Coluna deste sábado na Folha

Servidor em PE recolhe mais caro

Com os Estados e Municípios fora da reforma da Previdência, a pergunta que fica martirizando os servidores públicos em Pernambuco é a seguinte: por que o governador Paulo Câmara e o seu partido o PSB, cuja bancada fechou questão contra, não se debruçaram melhor no texto enviado ao Congresso para apoiar?

Li no relatório aprovado na Comissão Especial da Câmara que a contribuição previdenciária dos servidores estaduais seria de 7,5%. Em Pernambuco, este percentual é de 13% e na Bahia, governada por um petista, 14%. Dá para entender?

Os deputados da base de Câmara na Assembleia estão esperando a posição do líder do Governo, Isaltino Nascimento, mas este tem corrido do assunto como o diabo da cruz, até porque há uma disparidade enorme nos recolhimentos obrigatórios aos fundos previdenciários entre o que propõe a reforma do Governo que tramita no Congresso e o que se pratica no Estado.

Quem bancou? – Um deputado estava num restaurante, ontem, no Recife, quando foi abordado por um senhor lamentando que a sua empregada doméstica não bateu ponto na sua casa alegando que iria receber R$ 30 para participar das manifestações contra a reforma da Previdência e os cortes de verbas para educação. Quem bancou, ela não revelou, mas disse que o ônibus era gratuito.

Crise – A crise da Imprensa em Brasília é séria. A IstoÉ e o Metro já fecharam suas sucursais. O Destak, comprado por um fundo de investimento brasileiro, também vai fechar sua redação. No Rio, a Rádio Globo mandou encerrar os trabalhos de algumas afiliadas para reestruturação, tirando-as do ar. Não deu certo o projeto de levar estrelas da TV, como Maju, para programas diários.

Fantasminha – O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PL), resolveu viajar, não se sabe para onde, justamente na semana em que caiu um dilúvio na cidade resultando numa vítima fatal e uma leva de desabrigados. Como ele fugiu, literalmente, ganhou o apelido de “Fantasminha”. Jaboatão, decididamente, não tem sorte com os seus administradores.

Boquinha – Ligado agora ao líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho, o ex-deputado federal João Fernando Coutinho está no compasso de espera para uma boquinha no Governo Bolsonaro. Foi indicado para uma diretoria da Codevasf, mas a nomeação enganchou.

Avante – Presidente do Avante em Pernambuco, o advogado Valdemar Oliveira, o Dema, suplente do senador Humberto Costa e irmão do deputado Sebastião Oliveira, já começou a estruturar o partido em todos os municípios do Estado para a disputa das eleições de 2020.

CAMPANHA – Estamos solidários com a campanha para custear as despesas da atleta Thayslane Ferreira, para disputar na Itália o Mundial de Futebol Universitário. Ela precisa da passagem Recife-Porto Alegre. Sua conta na CEF: agência 1433, operação 013, conta 23569-4. Ajude!

Perguntar não ofende: Os deputados estaduais terão coragem de bancar uma reforma da Previdência?

Publicado em: 14/06/2019