Assembleia aprova voto de aplauso

Por proposição do líder da oposição, deputado Marco Aurélio (PRTB), o plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, hoje, voto de aplauso pela minha volta à Folha. Veja abaixo a justificativa:

Requerimento Nº 000505/2019

Requeremos à Mesa, ouvido o Plenário e cumpridas às formalidades regimentais, que seja registrado VOTO DE APLAUSO ao jornalista Magno Martins pelo seu retorno ao Jornal Folha de Pernambuco, no qual, ele assinará uma coluna sobre os bastidores da política nacional e local.

Da decisão desta Casa, e do inteiro teor desta proposição, dê-se conhecimento Magno Martins, Jornalista.

Justificativa

Este Voto de Aplauso presta uma simbólica homenagem ao renomado jornalista político Magno Martins, que após alguns anos, volta ao Jornal Folha de Pernambuco e passa a assinar uma coluna que trata dos bastidores da política local.

Além disto, ele irá compor o lime de jornalistas que fazem o programa Folha Política, da Rádio Folha Pernambuco 26,7 FM, toda sexta-feira.

A título de conhecimento aos Eminentes Pares, o Sr. Magno Martins é bacharel em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco e pós-graduado em Ciência Política pela mesma Instituição. Iniciou sua carreira em 1980 como correspondente do Diário de Pernambuco em Afogados da Ingazeira (PE), sua terra natal. Em 1984, seis meses após percorrer o Brasil inteiro acompanhando o então candidato à Presidência da República, Marco Maciel, que renunciou em apoio a Tancredo Neves, optou por morar em Brasília.

Na capital federal, trabalhou no Correio Braziliense, Última Hora, Jornal de Brasília, O Globo, Agência O Globo e Agência Meridional, dos Diários Associados. Ainda nos anos 80, abriu em Brasília a primeira sucursal de um jornal pernambucano no centro do poder, o Diário de Pernambuco, e. mais tarde, a da Folha de Pernambuco, jornal que trabalhou desde a sua fundação assinando uma coluna política diária. Foi responsável, também em Brasília, pelo projeto e criação da Agência Nordeste, a primeira em tempo real com notícias regionais focadas nos estados nordestinos. Como presidente do Comitê de Imprensa da Câmara dos Deputados, cobriu, dentre os fatos mais importantes dos últimos 30 anos da vida nacional, a primeira eleição direta para presidente da República em 1989, a dor e agonia da morte de Tancredo Neves e a Constituinte, instalada em 1º de fevereiro de 1987, pelo Congresso Nacional.

Em 1990, coordenou a campanha vitoriosa ao Governo de Pernambuco do então candidato Joaquim Francisco, que derrotou Jarbas Vasconcelos no primeiro turno. No Governo Joaquim, assumiu a Secretaria de Imprensa por apenas um ano, voltando ao batente para escrever o seu primeiro livro, “O Nordeste que deu certo”, prefaciado por Ciro Gomes. É autor também de outros quatro livros: “O lixo do poder”, “A Derrota não anunciada”, “Reféns da Seca” e “Perto do Coração”, tendo ainda mais duas obras no prelo, “Fenômenos Eleitorais" e “Santuários Eleitorais do Bolsa-Família”.

É editor do Blog do Magno, pioneiro no Nordeste, com 11 anos de funcionamento ininterruptos e de maior visibilidade em Pernambuco. Também de forma pioneira criou à Rede Nordeste de Rádio, com mais de 40 emissoras, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha, no Recife, que retransmite o programa Frente a Frente.

O Frente a Frente já tem 12 anos e é retransmitido por uma rede de rádios de mais de 20 emissoras nó Estado. Magno faz a ancoragem desde a sua fundação, trabalhando também em outras emissoras, como a Clube do Recife.

Desta forma, venho perante Vossas Excelências, em prestar esta singela homenagem pela valorosa história conduzida e criada nos bastidores da política nacional pelo Sr. Magno Martins.

Sala das reuniões, em 21 de maio de 2019

Marco Aurelio Meu Amigo

Publicado em: 23/05/2019