MP de Bolsonaro aprovada e Moro fica sem Coaf

Câmara aprova MP de Bolsonaro e derrota Moro ao retirar Coaf da Justiça

Deputados deram aval a enxugamento de ministérios, mas frustraram planos do ex-juiz

Folha de S.Paulo

O plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (22) o texto-base da medida provisória do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que reestrutura o governo, mas impôs derrota ao ministro da Justiça, Sergio Moro, e impediu que a votação chegasse ao fim, colocando em risco novamente a validade da MP.

O resultado é mais uma demonstração de força do centrão (grupo informal com cerca de 200 deputados de partidos como PP, DEM, PR, PRB, MDB e Solidariedade) para o Planalto e o PSL. 

Por 228 votos a 210, foi retirado da pasta de Moro o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão que faz relatórios sobre movimentações financeiras suspeitas e que o ministro considera estratégico no combate à corrupção. Pela versão que recebeu aval dos deputados, ele voltará a ser da alçada do Ministério da Economia. 

Veja como votaram os deputados na retirada do Coaf de Moro

SIM: Votaram a favor da manutenção do Coaf com Moro no Ministério da Justiça
NÃO: Votaram pela mudança do Coaf da Justiça para o Ministério da Economia

Mostrar entradas 

Busca: 

Deputado

Partido

UF

Voto

Abou Anni

PSL

SP

Sim

Abílio Santana

PL

BA

Não

Adolfo Viana

PSDB

BA

Sim

Adriana Ventura

NOVO

SP

Sim

Adriano do Baldy

PP

GO

Não

Afonso Florence

PT

BA

Não

Afonso Hamm

PP

RS

Sim

Afonso Motta

PDT

RS

Não

Aguinaldo Ribeiro

PP

PB

Não

Airton Faleiro

PT

PA

Não

Publicado em: 23/05/2019