Doria contra atos do dia 26

O governador de São Paulo, João Doria, se soma à lista de políticos, movimentos e até aliados do presidente Jair Bolsonaro que têm manifestado restrições aos atos programados para domingo – que, primeiro, tinham ênfase na pauta contra o Congresso e o STF e, depois, foram repaginados para que parecessem manifestações a favor da reforma. 

“Minha posição é contrária à realização dessas manifestações. Respeito quem for aos atos, sobretudo se forem pacíficos, porque se trata de um direito de todos. Mas, como governador de São Paulo, entendo que não é hora de propor o acirramento dos ânimos e, sim, de pregar a responsabilidade com o País e a união de esforços para que possamos superar a grave crise econômica do Brasil”, disse Doria à coluna do Estadão.

Publicado em: 22/05/2019