Taurus tem fila para vender fuzil

A Taurus, maior fabricante nacional de armas de fogo, está crente que o decreto assinado por Jair Bolsonaro neste mês liberou o porte de fuzis pela população civil, e diz esperar apenas a entrada em vigor da legislação para vender esse tipo de arma. Segundo a empresa, há uma fila de 2.000 compradores para um modelo de fuzil, 0 T4, hoje restrito a uso militar, apenas à espera de a norma passar a vigorar.

A informação foi dada à TV Globo. A Taurus disse ser capaz de atender a nova demanda por fuzis para o cidadão comum em até três dias. A Casa Civil reagiu e informou, em nota enviada ao Estadão, que o decreto não engloba fuzis. Segundo o ministério, a arma “é de uso restrito e, por isso, o cidadão comum não consegue adquiri-la”. “A informação não procede”, diz o texto do governo.

Publicado em: 21/05/2019