Deputado cobra mudan├ža de atitude do Governo Federal

Com quase 40 anos de experiência na educação pública, o deputado Professor Paulo Dutra subiu o tom contra os cortes nos financiamentos das universidades e institutos federais durante o ato popular da Greve Nacional da Educação que reuniu milhares de pessoas, ontem, no centro do Recife. Em cima do trio elétrico ou caminhando junto aos professores, estudantes e profissionais da educação, o discurso era um só: a necessidade de reversão dos bloqueios e de mudanças no próprio governo federal.

“Vamos lutar! Vamos dizer não a este presidente! Vamos dizer não a este ministro que quer cortar os financiamentos da educação. O desmonte é grande. Precisamos dizer basta a este governo!”, disse o deputado.

Para Dutra, que foi professor de física, os cortes no ensino superior terão graves consequências negativas também na educação básica. “Estou aqui como professor da rede estadual. Como alguém que sempre lutou pela educação básica, preciso dizer não aos cortes nas universidades. Sem universidades, como vai ficar a nossa educação básica? Começam nas universidades, mas querem atingir a educação básica! Apenas 15% da população chega ao ensino superior e ainda querem destruir essas vagas”, exclamou Paulo Dutra.

Na próxima segunda-feira, o Professor Paulo Dutra realiza junto com o deputado Isaltino Nascimento uma audiência pública sobre o tema. Estarão presentes o deputado federal Danilo Cabral e os reitores das universidades públicas e institutos federais instalados em Pernambuco. O encontro tem o objetivo de debater os impactos dos bloqueios financeiros no Ensino Superior e buscar formas de intervir para evitar a paralisação dessas instituições por falta de recurso.

Publicado em: 16/05/2019