Coluna da sexta-feira

Quem define é o pai

O senador Fernando Bezerra Coelho deixou o PSB e migrou para o MDB depois de romper como Governo Paulo Câmara há mais de dois anos, mas o filho Miguel, que governa o município de Petrolina, o maior colégio eleitoral do Sertão, não tomou o mesmo rumo. Permaneceu filiado à legenda socialista e só agora, em ano pré-eleitoral, resolveu pedir o desligamento numa carta entregue pessoalmente ao presidente nacional, o também pernambucano Carlos Siqueira.

Fernando rompeu porque Paulo Câmara não o prestigiou na formação do secretariado nem também no segundo escalão. Aliás, a ele foram negados pão e água. No MDB, o senador chegou disposto a tomar suas rédeas do senador Jarbas Vasconcellos. Com este, travou uma batalha sanguinolenta, assim como o presidente estadual, Raul Henry, a quem só não chamou de arroz doce.

O tempo, entretanto, se encarregou de dar uma trégua. Fernando levou desvantagem na queda de braço para controlar o diretório estadual, Jarbas se elegeu senador e no MDB tudo ficou como dantes no quartel de Abrantes. Há de reconhecer, por outro lado, a força de Fernando manifestada nas eleições passadas. Botou mais um filho na vida política, o caçula Antônio Coelho, eleito deputado estadual.

O senador tem, portanto, três herdeiros políticos: Fernando Filho, deputado federal, reeleito nas eleições passadas, Antônio Coelho e Miguel Coelho. Este, ao sair do PSB, começou a traçar a estratégia para disputar a reeleição. Fazendo um bom mandato, o gestor não sinalizou ainda para onde migrará partidariamente.

Vazaram que estaria entre o PSDB e o DEM, além do PR. O PSDB é carta fora do baralho, pois faz oposição ao Governo Bolsonaro, liderado no Senado pelo próprio Fernando, que tem mostrado prestigio no Governo ao levar dois ministros em menos de 100 dias a Petrolina. Miguel vai para onde o pai julgar mais adequado e lógico para o enfretamento a nomes fortes que já se colocam no páreo.

Seu principal adversário é o ex-prefeito Júlio Lóssio, expulso da Rede, que governou o município por duas ocasiões. Também se colocam no páreo o ex-deputado Odacy Amorim (PT), que elegeu a esposa deputada estadual, e o deputado estadual Lucas Ramos (PSB). Este, na eleição municipal de 2016, construiu a plataforma de uma candidatura, mas teve que ceder, dentro do partido, para Miguel Coelho.

Voto a favor – Dos 25 deputados que integram a bancada federal de Pernambuco, 15 são a favor da reforma da Previdência, mas fazem ressalvas: André de Paula (PSD), André Ferreira (PSC), Augusto Coutinho (SD), Daniel Coelho (CID), Fernando Filho (MDB), Felipe Carreras (PSB), Fernando Monteiro (PP), Fernando Rodolfo (PR), Luciano Bivar (PSL), Ossesio Silva (PRB), Raul Henry (MDB), Ricardo Teobaldo (PODE), Sebastião Oliveira (PR), Silvio Costa Filho (PRB) e Pastor Eurico (PATRI). Da bancada do PSB, que faz oposição a Bolsonaro, o único dissidente é Felipe Carreras.

Brejo na liderança – Os prefeitos saíram frustrados com o levantamento sobre o Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco divulgado esta semana pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado, Marcos Loreto. Tudo porque as notas não foram reveladas. “Evitamos para não ter um ranking. O nosso objetivo não era comparar gestões. Fazer um ranking estático também não está correto, porque corríamos o risco de cometer injustiças”, diz ele. Mesmo assim, alguns prefeitos, de olho na reeleição, descobriram as notas e as distribuíram com a Imprensa, fazendo carnaval também nas redes sociais. A cidade que obteve maior pontuação foi Brejo da Madre de Deus, administrada por Hilário Paulo (PSD).

Privatização da Petrobras – Do blog de Natuza Nery: “O ministro Paulo Guedes sugeriu e o presidente Jair Bolsonaro confirmou: tem, sim, “simpatia inicial” pela ideia de privatização da Petrobras. A expressão “simpatia inicial” foi usada hoje pelo presidente da República em conversa exclusiva com este blog. Ele havia sido questionado sobre a declaração de seu ministro dada na véspera durante entrevista ao programa Central Globonews. No programa, Guedes contou que o chefe “levantou a sobrancelha” sobre a ideia de privatizar a companhia”.

Ameaça de greve – O anúncio da alta do diesel na noite da última quarta-feira foi mais um revés sofrido pelos caminhoneiros nesta semana. Depois do pacote de medidas que frustrou a categoria, a decisão da Petrobrás de elevar em R$ 0,10 o litro do diesel deixou os motoristas divididos. A ala mais radical já se articula para uma paralisação nos próximos dez dias. Mas também há a turma do “deixa disso” e que prefere esperar mais. Dentro dos grupos de WhatsApp, as medidas dos últimos dias são vistas como resultado da fragilidade da categoria, que não se valoriza. Outra reclamação tem sido latente entre eles: a insatisfação quanto à representatividade da categoria em Brasília.

Ainda os R$ 20 Milhões – Está no site do UOL: Um gerente financeiro da Argeplan tentou movimentar R$ 20 milhões dias após a PF (Polícia Federal) ter pedido a abertura de um inquérito contra o ex-presidente Michel Temer (MDB) sobre o pagamento de propinas envolvendo as obras da usina nuclear de Angra 3. A Argeplan pertence ao policial militar reformado João Baptista Lima, conhecido como coronel Lima. Ele é amigo de Temer e teria relação com o esquema de corrupção, de acordo com o MPF (Ministério Público Federal). Temer e Lima negam envolvimento. A informação foi anexada ontem pela força-tarefa do MPF na Operação Lava Jato do Rio no processo em que o ex-presidente e o policial reformado foram alvos de mandados de prisão preventiva.

Ceará sai na frente – Depois de ter batido recordes nos números, o Estado do Ceará apresenta redução de homicídios. De acordo com estatísticas do Monitor da Violência do G1, portal da Globo, que analisa números de assassinatos em todo o Brasil, o Ceará teve a maior diminuição de mortes no primeiro bimestre de 2019, seguido pelo Rio Grande do Norte. Os dados apontam que, em janeiro e fevereiro deste ano, o Estado, governado pelo petista Camilo Santana, apresentou queda de 57,9% no índice de mortes violentas. Nos dois primeiros meses de 2018, foram assassinadas 844 pessoas, enquanto no mesmo período de 2019 foram 355 mortes.

CURTAS

VERGONHA – Vem de Trindade, no Sertão do Araripe, uma notícia que parece inacreditável: a Paróquia Sagrada Família está fazendo uma campanha para arrecadação de alimentos para os garis junto à população nesta Semana Santa, porque a categoria está com três meses de salário atrasados. Uma vergonha para o prefeito Dr. Ewerton.

CICLOVIA – Começou a implantação de uma nova ciclovia no Recife. Com três quilômetros, o equipamento terá início na Rua dos Palmares, em frente ao Procape, e seguirá pela Avenida Mario Melo até a Rua da Aurora. A conclusão está prevista para a segunda quinzena de maio e o custo da intervenção será de R$ 650 mil. A obra é da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb).

ANTECIPAÇÃO – O presidente da Câmara Municipal de Olinda, vereador Jorge Federal, anunciou que o pagamento do mês de abril dos funcionários da casa legislativa foi creditado, ontem, facilitando nas despesas do período da Páscoa. Jorge Federal também garantiu que a primeira parcela do 13º. mês será creditada no mês de junho.

Perguntar não ofende: Por que a Câmara, depois de o Senado recuar, não abre a CPI da Lava Toga?

Publicado em: 18/04/2019