Tucanos emitem nota defendendo Alckmin

Após o ex-governador Geraldo Alckmin virar réu por improbidade administrativa no caso que  envolve supostos R$ 7,8 milhões pagos pela Odebrecht para a campanha do tucano, em 2014, o PSDB paulista emitiu uma nota assinada pelo advogado José Eduardo Alckmin defendendo o ex-governador.

A nota alega que a decisão judicial é “fundada em grave erro”. “Porque não há, nem poderia haver, qualquer associação da suposta doação eleitoral – que se desconhece – com atos de governo”, afirma o advogado.

“A própria delação de executivos da empresa acusada, na qual se baseiam a ação judicial e também a decisão liminar ora publicada, ressalva não haver qualquer vinculação entre as doações eleitorais alegadamente efetuadas e atos ou contratos administrativos cumpridos nas gestões do ex-governador.”  (Estadão – BR 18)

Publicado em: 16/04/2019