Coluna da quarta-feira

O que mais falta?

Por Arthur Cunha – especial para o blog

Eu passei o dia ontem me perguntando o que danado falta acontecer para o Tribunal de Justiça de Pernambuco afastar do cargo o prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira. Se mantiver essa inércia, eu só consigo entender que o TJ estará se omitindo mais uma vez – o que não seria nenhuma novidade, por sinal. Aliás, a pergunta não é só essa. O questionamento que caberia neste momento é quando o petebista vai ser preso mesmo?

O homem é investigado de tudo que é jeito, por tudo que é órgão. A Polícia Civil pintou o sete, ontem. Teve de um tudo. Mandado de busca e apreensão dentro da prefeitura e na mansão de Meira, entre outros lugares; afastamento do secretário de Obras; bloqueio das contas do prefeito; suspensão das atividades de duas empresas que estariam de conluio com a gestão. Até uma BMW do petebista apreenderam. Eu disse uma BMW!

É inacreditável. Tive a certeza de que Camaragibe é a versão na vida real da famosa Sucupira, cidade fictícia da novela “O Bem-Amado”, do grande Dias Gomes (da época em que novela prestava). Meira é o nosso Odorico Paraguaçu, prefeito caricato afeito a gestos, falas e ações espalhafatosas – na telinha, foi a mais brilhante atuação de Paulo Gracindo. Os mais jovens procurem no Google, vão morrer de rir.

Voltando ao Odorico da vida real, parece que Meira não está muito preocupado com as graves investigações – até uma medida protetiva a Justiça emitiu para evitá-lo de coagir testemunhas. O petebista voltou à Camaragibe apenas anteontem, depois de uma viagem de descanso com a noiva Taty Dantas; estavam nos States. Taty, para quem não lembra (se é que alguém não lembra), é a cantora que o amado mandou que todos os comissionados da prefeitura prestigiassem durante show no pre-carnaval. O áudio que o prefeito gravou em um grupo de WhatsApp faz inveja ao mais elaborado texto de Dias Gomes. Sucupira total!

Troca justa? – Já se fala em Brasília que os nossos nobres ministros do Supremo podem trocar a Lava Toga pelo Impeachment de Gilmar Mendes; talvez a figura pública mais odiada da República hoje. Não que não existam motivos para o afastamento dele. Mas será mesmo que a troca seria justa? Abrir mão de investigar todos os ministros, alguns tão corruptos quanto, em troca da cabeça de Gilmar? Eu, particularmente, fico com a Lava Toga. Justiça neles!

Governismo eterno – Um deputado famoso pela eterna vocação governista, muito amigo de um prefeito que acabara de perder uma eleição, foi perguntado se continuaria na base ou se mudaria para a oposição. Não teve dúvida para responder. Foi curto e grosso: “Eu estou precisando é de um prefeito e não de um amigo. Diga a ele que fico”. É mole?!

Arrumadinho – Sem mandato desde fevereiro, o ex-deputado federal João Fernando Coutinho vai para a assessoria do presidente da Codevasf, conforme noticia o blog “A Língua”, de Petrolina. Quem o emplacou no cargo foi o senador Fernando Bezerra Coelho. Já a mulher que deu a vaga a João será acomodada no gabinete de Antônio Coelho, filho de FBC, na Alepe. Está vendo? Se organizar direito, todo mundo...

CURTAS

CONTUR – A Secretaria de Turismo e Lazer apoia o 51º encontro do Conselho Estadual de Turismo de Pernambuco (Contur-PE) em Petrolândia. A primeira reunião ordinária de 2019 acontecerá hoje, das 18h às 20h, na casa de eventos Velho Chico, com a participação do secretário Rodrigo Novaes e dos conselheiros, que seguem depois em caravana até o Sertão.

ROTINA – Virou rotina; daqui a pouco nem mais notícia é. Caiu mais um no MEC! Desta vez foi o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Vinícius Rodrigues – é o quinto no alto escalão da pasta a deixar o governo. No ritmo que vai sobrará apenas o ministro Ricardo Veléz para apagar a luz.

REPUGNANTE – É repugnante ver um presidente da República democraticamente eleito mandar celebra aniversário de um golpe que deu início a uma Ditadura. É desumano o que Jair Bolsonaro está propondo; desrespeitoso com as tantas vítimas do regime. A quem esse homem quer impressionar? O que ele tem na cabeça?

Perguntar não ofende: O TJ afasta ou não Meira?

Publicado em: 26/03/2019