Coluna da terça-feira

Lava Toga, eu apoio!

Por Arthur Cunha – especial para o blog

Vocês acham o Poder Executivo corrupto, com seus secretários, prefeitos e governadores – e até alguns presidentes da República – envolvidos em desvios de verbas e fraudes em licitações? Vocês acham o Poder Legislativo corrupto, com vereadores, deputados e senadores de toda espécie vendendo voto e lei ao custo de cifras milionárias? Isso, meus amigos, é porque vocês nem de longe têm a noção do que o Judiciário faz neste país. Perto de suas excelências juízes, desembargadores e ministros das mais altas cortes, os demais são fichinha. Ali, é a maior fábrica de corrupção e hipocrisia da institucionalidade brasileira. E o pior, seus entes estão secularmente acostumados com uma palavra bem em voga ultimamente. Vou até soletrar: im-pu-ni-da-de!

Justamente por isso, cada cidadão de bem do Brasil tem o dever cívico de apoiar a “versão jurídica” da Lava Jato, a Comissão Parlamentar de Inquérito conhecida como Lava Toga, que, aliás, nem foi instalada e já sofre ataque de morte. Sob o argumento de “não criar um embate desnecessário entre poderes”, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre – olha só! – afirmou, ontem, que não existe a menor possibilidade de levar adiante uma investigação contra os ministros do Supremo Tribunal Federal, como quer a CPI, assinada por três senadores do PSL: Major Olímpio (SP), Juíza Selma Arruda (MT) e Soraya Thronicke (MS) – filho do presidente, Flávio Bolsonaro não subscreveu o documento.      

Hoje, o também senador Alessandro Vieira, do PPS de Sergipe, vai protocolar até o final da manhã o requerimento de instalação da CPI, cujo objetivo, segundo ele, é apurar a existência de “ativismo judicial” nos tribunais superiores (ui, Gilmar Mendes e companhia limitada). Vieira afirma ter 29 assinaturas; está aguardando os petistas, que, contudo, não devem aderir ao movimento com a justificativa de que não há um fato determinante para a criação de uma CPI. Na prática, o PT, como sempre, não aceitará ser coadjuvante. Só seria favorável à comissão se fosse uma iniciativa sua.

Pois a Lava Toga tem tanto, mas tanto motivo para existir, que a sua área de abrangência não deveria ser apenas o STF, mas todos os tribunais inferiores. Oxalá essa investigação se estendesse não apenas ao Supremo, mas a todos tribunais de estados e outros órgãos do Judiciário, que, volto a dizer, é podre. Seus representantes vivem e se comportam como se fosse verdadeiros semideuses, dotados de graça e luz; dignos de terem seus desejos realizados por nós mortais. É CPI neles!

Meu pai mandou – Carluxo, o cão de guarda do Jair, circulou, ontem, pelo Palácio do Planalto, Senado e Câmara com pinta de filho do rei. Depois de ter sido flagrado ao telefone em um corredor criticando a comunicação do governo, o 02 trapalhão do presidente usou suas redes para dizer que estava em Brasília para cumprir missões dadas pelo pai. Foi painho quem mandou. O serviço de vereador do Rio de Janeiro ele não quer nem saber.

Agenda de candidato – A campanha de 2020 ainda está longe de começar, mas o deputado federal João Campos está virado cumprindo agenda de candidato nas periferias do Recife. Apontado como o provável nome do PSB para a sucessão de Geraldo Julio, o filho de Eduardo esteve, ontem, no Ibura, Dois Unidos e Vasco da Gama. No roteiro, reuniões com lideranças, conversas com populares e muitas fotos.

Inferno astral – No seu primeiro mandato, a prefeita de Glória do Goitá, Adriana Paes, vive mesmo um inferno astral. Depois de ter sofrido uma tentativa de homicídio em sua fazenda, a gestora teve seu governo muito mal avaliado. Foi o que detectou levantamento do Instituto Naipes. Que fase...

Ameaçado de morte – O presidente da Câmara Municipal de Camaragibe, Toninho Oliveira, revelou que está sendo ameaçado de morte. Autor do pedido de Impeachment contra o prefeito Demóstenes Meira, que tramita na Casa, o vereador mostrou conversas de WhatsApp do filho e da ex-mulher, que foram alertados sobre o perigo de vida que o parlamentar estaria correndo. Ele prestou queixa; o caso está com a delegacia da cidade.  

CURTAS 

CONTRA – Presidente do PDT-PE, Wolney Queiroz, liderou a delegação do estado na convenção nacional do partido, ontem, em Brasília. Os trabalhistas fecharam questão contra a reforma da Previdência. Candidato ao Planalto em 2018 pela sigla, Ciro Gomes não compareceu, mas participou pela internet defendendo a unidade e os movimentos sociais.

PALESTRA – Com um passado ligado ao PT, o escritor e teólogo Leonardo Boff realiza, hoje, às 19h, na Unipaz Recife, uma palestra sobre a Crise Social e Ambiental; e as Transformações Planetárias em curso. O filósofo abordará o momento de crise pela qual passa a sociedade contemporânea e os possíveis caminhos de superação. 

TROCA – Por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de PE, o Recife sedia, hoje e amanhã, no prédio da Sudene, a conferência final do programa Innov-AL, uma parceria com a União Europeia. No caso do nosso estado, em intercâmbio com a Hungria, o foco foi a disseminação de boas práticas na cultura de vinhos do Vale do São Francisco.

Perguntar não ofende: Mendonça Filho volta para o MEC?

Publicado em: 18/03/2019