Coluna do sabadão

Para além da promessa de campanha

Por Arthur Cunha – especial para o blog

As dificuldades que atrapalharam o andamento de várias ações do primeiro mandato do governador Paulo Câmara vão ficando no passado. O tema segurança, matéria que mais incomodou o gestor ao longo dos três primeiros anos de governo, é um bom exemplo. Câmara passou, já em 2018, a colecionar bons números, e, hoje, coloca Pernambuco como o estado que mais reduz a criminalidade no Brasil. Agora, ataca outra área: a social. Para tal, lançou o 13º do Bolsa Família.

Com o anúncio, feito nessa sexta-feira, o governador consegue, além de cumprir uma das principais promessas de sua campanha à reeleição, vislumbrar um novo momento junto aos mais pobres. Estamos falando de um alcance de mais 3,3 milhões de pernambucanos que são beneficiados pelo Bolsa Família. Nenhuma outra ação ou programa do Governo do Estado têm essa capilaridade; chegando, efetivamente, à casa de 35% da nossa população. 

A engenharia para isso não é fácil. O governador precisou afinar com a sua equipe os detalhes que causaram ruídos durante a apresentação do projeto, ainda no ano passado, na Assembleia Legislativa. Tudo superado. A medida vai diminuir a burocracia e aperfeiçoar a relação da iniciativa com outro novo programa criado, a Nota Fiscal Solidária.

Essa ferramenta, que antes soava como um grande dificultador para o recebimento 13º do Bolsa Família, passou a ser a chave para o Governo Paulo Câmara superar, inclusive, o pagamento extra do benefício, que deverá ser feito pelo Governo Federal; já que a apresentação de notas fiscais deixou de ser uma obrigação para quem recebe e assumiu o status de reforço no valor final a ser recebido. O próximo passo do governador é centrar fogo na comunicação do programa com o objeto de transformá-lo em uma de suas marcas.

Voo – O secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, comemorou o lançamento do voo ligando o Recife a Santiago. “Temos a certeza de que será uma excelente porta de entradas de turistas para Pernambuco. Os chilenos gostam de viajar para aproveitar destinos culturais e de natureza e aventura, que estão entre as especialidades do Estado. A partir de julho, vamos fazer um importante trabalho de divulgação do destino”, pontuou.

Investigação – O TRE autorizou a Polícia Federal a investigar o Laranjal do PSL em Pernambuco. Candidata à deputada federal pelo partido do presidente Bolsonaro, Maria de Lourdes Paixão recebeu R$ 400 mil da legenda via fundo partidário; mas só teve 247 votos. O deputado pernambucano Luciano Bivar, presidente nacional da sigla, foi para frente e para trás e não explicou a história cabeluda. Agora é com a PF!

Já larguei – Este colunista procurou, ontem, o Ministério Público para checar se o órgão iria recorrer da decisão do TJPE de indeferir o afastamento do prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira. Por meio da sua assessoria de Imprensa, o MPPE informou que não poderia dar a resposta porque, às 16h20, hora da ligação, a promotoria da cidade já estava fechada. E ainda tem gente que reclama quando eu chamo esse povo de semideuses do serviço público.

Outdoor – O blog de Nill Júnior noticia que uma simples campanha do Dia da Mulher, em Serra Talhada, virou holofote para divulgar a secretária de Saúde, Márcia Conrado, tida como a preferida do prefeito Luciano Duque para sucedê-lo. Um outdoor na cidade destaca, bem no meio da foto, a figura da pré-candidata. Márcia, claro, negou. Mas a imagem fala por si só. O jogo lá parece já está jogado.

CURTAS

PRESIDÊNCIA – A advogada Diana Câmara foi escolhida presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB Pernambuco. A profissional já integrou a mesma comissão na Nacional como secretária. Na última campanha, ela coordenou o registro de candidaturas da Frente Popular e atuou no jurídico do então governador de São Paulo, Márcio França.

ELEIÇÃO... – A eleição para a Presidência dos Estados Unidos só será em 2020, mas o presidente Donald Trump já contratou um consultor para tratar da sua reeleição. Bill Shine, ex-diretor de Comunicação da Casa Branca, deixou a função para trabalhar na campanha do chefe.

... NOS EUA – Derrotada por Donald Trump em 2016, a ex-senadora Hillary Clinton descartou concorrer novamente ao cargo em 2020. A lista de candidatos democratas já conta com dez nomes; o que é comum lá por aquelas bandas, cujas primárias são bem agitadas.

Perguntar não ofende: Qual será a polêmica com Bolsonaro neste final de semana?

Publicado em: 08/03/2019