Coluna da segunda-feira

Começar de novo

Por Arthur Cunha – especial para o blog

Uma das coisas mais interessantes na política é que ela permite o recomeço. Após um hiato de seis anos sem mandatos eletivos, depois de ter vivido um verdadeiro inferno astral, o ex-prefeito João da Costa está de volta. E agora de forma institucional, por meio da vereança na Câmara do Recife – ele assumiu o mandato depois que Marília Arraes seguiu para ser deputada federal. Ocupando o gabinete de número 38 na Casa de José Mariano, o petista terá a oportunidade de realizar aquilo que nem o próprio PT nem os aliados mais próximos fizeram durante os quatro anos de governo: a defesa de seu legado na capital pernambucana.

Nesses próximos dois anos, o João da Costa vereador vai ter chance de fazer uma espécie de “relançamento” na cena política pernambucana. Esse é o seu plano: olhar para o futuro sem esquecer o passado. No fim das contas, o petista deixou a Prefeitura do Recife naquele 1º de janeiro de 2013 muito mais desgastado pela instabilidade política que seu governo viveu do que, propriamente, pela administração – não que fosse uma gestão bem avaliada, vale salientar.

A briga com seu ex-padrinho João Paulo, hoje deputado estadual pelo PCdoB, e a prévia dentro PT contra Maurício Rands pela vaga de candidato do partido, que culminou com a derrocada da sigla, não são, nem de longe, as pautas prioritárias de João da Costa na Câmara Municipal. Ele garante serem águas passadas. Mas, claro, se voltarem a gerar debates, ele vai se posicionar e apresentar a sua versão.

O que o vereador João da Costa quer fazer é jogar holofotes no que avalia serem as contribuições do prefeito João da Costa para a capital pernambucana, a exemplo da Via Mangue; da duplicação do viaduto Capitão Temudo – concluídas por Geraldo Julio –; do início da requalificação do Geraldão; da construção de quase nove mil moradias populares; do surgimento de parques como o de Santana, Apipucos e do Caiara; além do fortalecimento e ampliação do Orçamento Participativo, entre outras. Tribuna para isso ele já tem. A roda girou e o ex-prefeito voltou ao cenário. Está tendo a segunda chance que muitos sonharam um dia ter. Mais maduro, parece ter aprendido com seus próprios erros.

Ofertas – A coluna tem a solução para evitar que Humberto Costa gaste tanto em restaurantes. O senador pode aderir às plataformas de ofertas como o Peixe Urbano e o Groupon. Lá, ele conseguirá excelentes descontos para aquele sushi maroto. Em tempo, o petista gastou, via cota parlamentar, R$ 553,90 em um japonês de Brasília no dia 31 de dezembro. Por meio da assessoria, Humberto respondeu que todos os gastos estão dentro dos limites legais. Só lembrando que nem tudo que é legal, é moral, viu.

Desenvolvimento Econômico – Estreando na Alepe, o deputado estadual Sivaldo Albino convocou o Agreste Meridional para discutir Desenvolvimento Econômico. O socialista entrou com uma indicação solicitando que o reitor da UPE, Pedro Falcão, crie um núcleo permanente de estudos sobre a área, atendendo Garanhuns e região. “Já faz cerca de quatro décadas que o Agreste Meridional, com seus 26 municípios, tem sofrido por não ter conseguido articular sua sociedade em torno de um novo projeto desse tipo”, apontou.

Trabalhadores rurais – O deputado Fernando Monteiro, apesar de favorável à reforma da Previdência, é contra mudanças que prejudiquem os trabalhadores rurais e o acesso aos benefícios assistenciais destinados aos idosos e pessoas com deficiência, o chamado Benefício de Prestação Continuada (BPC). Ele reconhece que a reforma é necessária para o País, mas a proposta apresentada pelo governo, do jeito que está, não pode ser votada. Cobra, ainda, a inclusão dos militares no texto.             

Indefectível camisa – Lá se vão sete carnavais seguidos e o prefeito Júnior Matuto não abre mão de sua indefectível camisa que traz na frente a bandeira de Paulista e no verso, a de Pernambuco. Folião de primeira hora, Matuto foi um dos últimos a deixar o camarote do governador Paulo Câmara no Baile Municipal do Recife, sábado passado. Na foto, ele aparece também junto ao prefeito da capital, Geraldo Julio, e ao deputado federal João Campos.

CURTAS

IMPEACHMENT – Antecipado por este colunista, o pedido de Impeachment contra o prefeito Demóstenes Meira, de Camaragibe, será apresentado, amanhã, pelo presidente da Câmara Municipal, Toninho Oliveira. A sessão plenária na Casa começa às 9h30 e promete gerar muita confusão. Os vereadores da oposição também subscrevem o documento.

AUMENTO – Presidente do STF, Dias Toffoli negou seguimento a uma ação popular contra o aumento de 16,38% para suas excelências do Supremo. Segundo ele, o reajuste é “referente à recomposição dos subsídios com base na inflação apurada entre 2009 e 2014”. Lembrou o TJPE, que autorizou o pagamento de retroativos de auxílio-alimentação de 2011 para desembargadores e juízes.

DENGUE – Em tratamento médico por causa de uma dengue desde a última terça, o deputado federal Gonzaga Patriota foi transferido de Brasília para São Paulo, onde está internado no Hospital Albert Einstein. “Além da Dengue, tem uma Zika me agarrando”, brincou o parlamentar, pelas redes sociais. A coluna torce que Gonzaga logo esteja recuperado.

Perguntar não ofende: A crise na Venezuela não tem fim?

Publicado em: 24/02/2019