MDB, PSDB e PT fora do protagonismo

MDB, PT e PSDB que há 30 anos ditam a política no País, foram colocados para escanteio na presidência das duas Casas legislativas e também nos cargos da Mesa Diretora da Câmara. É a primeira vez desde a redemocratização que as três siglas, que concentram o maior número de filiados, ficam de fora dos postos de comando da Casa.

A situação de  MDB, PT e PSDB na Câmara é vista como reflexo do desempenho que as siglas tiveram nas urnas e dos erros de estratégia cometidos após a eleição, segundo parlamentares ouvidos pelo Estadão.

Publicado em: 11/02/2019