Coluna da segunda-feira

Unidade por um municipalismo forte

Por Arthur Cunha – especial para o blog

A Associação Municipalista de Pernambuco deu um exemplo de maturidade política ao apresentar uma chapa única para comandar os destinos da entidade no próximo biênio. Sob a liderança do prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, a Amupe deu um salto de qualidade nos últimos anos, e tem, hoje, se não a melhor, uma das melhores representações do Brasil, servindo de referência até para a Confederação Nacional de Municípios (CNM). Os prefeitos pernambucanos entenderam que só juntos, unindo forças, compartilhando boas práticas, é que eles farão governos melhores, acertando mais e errando menos.

A eleição será nesta terça-feira (5), quando a Amupe fará a sua primeira Assembleia de 2019, na sede da entidade, na Avenida Recife, 6205, a partir das 9h. O governador Paulo Câmara vai levar todo seu secretariado ao evento, quando anunciará ações para este ano. Também estará presente o presidente da CNM, Glademir Aroldi, que vai detalhar aos prefeitos as prioridades da pauta do segmento junto ao Governo Federal.

Hábil, Patriota conseguiu reunir na chapa única representantes de todas as regiões do estado. São prefeitas e prefeitos governistas e de oposição, que aceitaram trabalhar em prol do municipalismo deixando de lado questões locais. Só assim eles vão conseguir enfrentar os problemas colossais aos quais são submetidos diariamente, nas grandes, médias e pequenas cidades.

Além do atual presidente, integram o colegiado Ana Célia Farias (Surubim), na vice; José Bezerra Tenório (Itapissuma), na Primeira-Secretaria; Mário Ricardo (Igarassu), na segunda; João Batista (Triunfo), na Primeira-Tesouraria; Joãozinho Tenório (São Joaquim do Monte), na segunda; Débora Almeida (São Bento do Una), na Secretaria da Mulher; e Judite Botafogo (Lagoa do Carro), como sua suplente.

Conselho fiscal – Os três membros do Conselho Fiscal da Amupe são, pela ordem, Edilson Tavares (Toritama), Luiz Aroldo (Águas Belas) e Joamy Alves (Araçoiaba). Já os suplentes serão, respectivamente, Maviael Cavalcanti (Macaparana), Renya Medeiros (Passira) e Professor Lupércio (Olinda).

Conselho Deliberativo – A composição do Conselho Deliberativo foi dividida por microrregiões para assegurar que as demandas das localidades sejam trabalhadas. Cada uma terá um titular e um suplente. Do Grande Recife, integram Vavá Rufino (Moreno) e Júnior Matuto (Paulista). Da Mata Norte, figuram Marcelo Gouveia (Paudalho) e Belarmino (Tracunhaém). A Mata Sul está representada por Isabel Hacker (Rio Formoso) e Altair Bezerra (Palmares).

Conselho Deliberativo 2 – Joãozinho (Limoeiro) e Romero Leal (Vertentes) foram os indicados do Agreste Setentrional. Do Agreste Central, a lista é formada por Mota (Riacho das Almas) e Orlando Silva (Altinho). O Agreste Meridional está com Osório Filho (Pedra) e Lucineide (Capoeiras). Entrando pelo Sertão, temos Madalena Brito (Arcoverde) e Manuca de Zé do Povo (Custódia). O Pajeú está dentro com Lino Moraes (Ingazeira) e Tania Maria (Brejinho).

Conselho Deliberativo 3 – Ainda formarão o Conselho Deliberativo da Amupe os indicados do Sertão Central: Tácio Pontes (Parnamirim) e Clebel Cordeiro (Salgueiro). Do Araripe, teremos Ricardo Ramos (Ouricuri) e Cleomatson (Santa Filomena). Miguel Coelho (Petrolina) e Josimara Cavalcanti (Dormentes) farão parte pelo São Francisco. Do Itaparica, fecham a lista Ricardo Ferraz (Floresta) e Janielma de Souza (Petrolândia).

CURTAS

HOMENAGEM – A Assembleia da Amupe desta terça-feira (5) homenageará o médico e professor Fernando Figueira, fundador do Instituto de Medicina Integral (Imip), que completaria 100 anos hoje. A comenda será recebida pelo chefe da Assessoria Especial do governador, Antônio Carlos Figueira, filho do homenageado.

LEGADO – O legado de Fernando Figueira é vasto. Ele também fundou o Centro de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope); a Fundação de Saúde Amaury de Medeiros (Fusam); o Laboratório Central de Pernambuco (Lacen); o Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam) e o Centro de Oncologia da Faculdade de Ciências Médicas (Ceon).   

PALESTRA – No início dos trabalhos, a Assembleia da Associação Municipalista de Pernambuco contará com uma palestra de Francis Lacerda, do Instituto Agronômico de Pernambuco (Ipa), que falará sobre a repercussão das mudanças climáticas e da seca em Pernambuco.

Perguntar não ofende: Qual o maior desafio do municipalismo para 2019?

Publicado em: 03/02/2019