Esquerdopatia e realidade

Por Márcio Accioly

O esquerdopata é animal despreparado que nada enxerga e que está sempre buscando ajustar ocorrências a conveniências próprias. Esquerdopata é animal que não lê nem estuda, jamais reflete sobre nada e raramente exibe momento de lucidez ou manifesta algo racional que emerja de pensamento. Esquerdopata não pensa!

Há quase quatro anos, quando o Brasil era ainda “administrado” por quadrilhas petistas (cujo ladrão-mor se encontra preso em cela da PF, Curitiba, quando deveria estar em presídio comum), tivemos o rompimento da barragem de Fundão em Mariana (MG). Aconteceu na tarde de 5 de novembro de 2015.

Pois bem: de lá para cá, quase nada foi feito para prevenir novos desastres (anunciados como inevitáveis), ninguém foi preso, as indenizações não aconteceram, os dejetos de metais desceram por Minas, atravessaram o Espírito Santo e desaguaram a contaminar o litoral e mar alto, acabando com a flora, a fauna e os corais.

Não se recordam palavras de nenhum esquerdopata condenando o governo de ladrões que dava cartas à época, e as promessas distribuídas ao vento perpassaram ouvidos incréus e se perderam nas inações costumeiras. Os ladrões governistas estavam preocupados em inflar o alcoólatra ex-presidente, atuando como caixeiro viajante de grandes empreiteiras e comendo propinas fartas de dinheiro do BNDES.

O desastre de agora, de Brumadinho (na mesma Minas Gerais), vem sendo anunciado há anos, sem que se tomasse medida preventiva. Em julho do ano passado, por exemplo, a Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa daquele estado “rejeitou projeto de lei com regras mais rígidas” para a fiscalização e licenciamento de barragens. O Antagonista relembrou o fato numa postagem.

O deputado João Vítor Xavier, autor do projeto de lei, repisou o fato em várias oportunidades, mas não encontrou ressonância às suas propostas. Os deputados da chamada esquerda foram responsáveis pela sua derrubada. Ninguém sabe o que estava por trás da recusa, mas comenta-se que rolou muito “apoio” financeiro.

O anunciado desastre de Brumadinho, ora acontecido, leva esquerdopatas a criticarem o governo federal, buscando inverter ações e querendo culpar administração com menos de um mês de existência do desastre acontecido. Ora, e que fizeram governos criminosos de ladrões que vêm dominando o país desde a Nova República (1985)?

Que fez o PT, associado a grandes organizações internacionais de traficantes de drogas, envolvido nos atos criminosos mais vis de que se tem notícia, cujos chefões estão delatando uns aos outros e confessando que a legenda se especializou em roubos e furtos? Como se culpar uma gestão que praticamente acabou de assumir?

Aliás, medidas anunciadas pelo atual governo em tudo diferem daquelas da tresloucada Dilma Rousseff, que não junta A com B nem conhece sequer os pontos cardeais. Os esquerdopatas deveriam estudar, vasculhar a caixa craniana por vestígio de raciocínio e lutar pelo encarceramento do restante de seus líderes. São eles os culpados.

Publicado em: 28/01/2019