Coluna da quinta-feira

Com a missão de retomar o crescimento

Por Arthur Cunha – especial para o blog

A missão do novo secretariado estadual é clara: retomar o crescimento de Pernambuco frente a uma crise que parece interminável, e a um Governo Federal que representa uma interrogação. A diretriz foi dada aos auxiliares pelo próprio governador Paulo Câmara, que, ontem, os empossou em cerimônia bastante concorrida no Palácio do Campo das Princesas. “Montamos um conjunto; um secretariado de pessoas experientes no serviço público, e, ao mesmo tempo, com vontade de fazer as coisas acontecerem”, destacou o chefe do Executivo estadual.

Com esta coluna já havia antecipado, Paulo traçou um perfil para cada secretaria e escolheu os que avaliou serem os melhores para o posto em questão. Agora, fará o mesmo com o segundo escalão. Os partidos da base serão ouvidos e irão contribuir com nomes, segundo fontes palacianas. Mas a palavra final será do governador.

Outra tarefa da equipe, segundo o mandatário, é fazer as políticas públicas do Estado chegarem em todas as regiões. O foco do segundo Governo Paulo é melhorar os serviços e gerar empregos. “Nossas políticas continuarão presentes na vida das pessoas. Mas queremos que elas aconteçam de maneira mais célere e com mais qualidade para todos”, pontuou Câmara.

Antes da fala do governador, discursando em nome do time, o secretário-chefe da Casa Civil, Nilton Mota, assegurou o empenho da equipe. “Temos a consciência de que é preciso consolidar os avanços obtidos na educação, na saúde, na segurança e no abastecimento de água. É preciso ampliar o alcance do Estado para todas as áreas, com a qualificação dos serviços, a expansão da assistência, o novo impulso da economia e a retomada dos empregos”.

Sem folga – Passadas as formalidades – hoje terão transmissões de cargos em quase todas as pastas –, os novos secretários já vão começar a trabalhar duro. “Neguei folga no final de semana, a gente tem reunião do secretariado. Vai ter visita ao interior. Ao longo de janeiro, vamos trabalhar muito”, adiantou o governador Paulo Câmara. É hora de pegar no serviço!

Chegou... – O superministro-consultor-guru-posto-ipiranga de Bolsonaro, Paulo Guedes, já chegou chegando, como se diz. Em sua posse no robusto Ministério da Economia, Guedes deu a real para o Congresso. Se a Reforma da Previdência não for aprovada, ele terá de acabar com a vinculação orçamentária, acarretando o fim da garantia do gasto mínimo com Educação e Saúde. Em outras palavras, deputados e senadores foram coagidos a aprovarem a matéria. Caso contrário, o ônus ficará na cota deles. E se tem uma coisa que político morre de medo é de ficar mal na fita.

... Chegando! – Disse o ministro: "A Previdência é uma fábrica de desigualdades. Quem legisla tem maiores aposentadorias. Quem julga tem as maiores aposentadorias, e o povo brasileiro, as menores. Vamos ter que fazer uma reforma da Previdência". Nesse ponto, está coberto de razão. Agora, que não fique só no discurso. O povo elegeu Bolsonaro para, entre outras coisas, acabar com essas boquinhas. A responsa está no colo do novo presidente. Se ele não fizer, vai para degola. Paulo Guedes sabe disso e quer correr com a aprovação da matéria aproveitando a lua de mel com o eleitorado.

Esquerda X Direita – O deputado federal Silvio Costa defendeu, em artigo, que a Esquerda brasileira repense suas posturas. O parlamentar propôs que o campo assuma a bandeira do ajuste fiscal, que, segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro é contra. Já o novo ministro das Relações Internacionais, Ernesto Araújo, um expoente da Direita “Olavista”, afirmou que o Brasil não se alinhará ao que chamou de “administradores da ordem global”, citando em alguns momentos uma teoria chamada “globalismo”. Será o novo ministro fã do Cabo Daciolo? Glória a Deuxxx!

CURTAS

FOCO – Depois de ser empossado no Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto confirmou a informação dada em primeira mão por esta coluna de que o foco da nova secretaria é mesmo a Agricultura Familiar. O petista, contudo, adiantou que vai dialogar com todos os setores, inclusive com os representantes da área no Governo Bolsonaro, de quem é oposição. A transmissão de cargo na pasta será hoje, às 10h, no auditório do Ipa.

SOBRE PRESTÍGIO – Eleita deputada federal com uma excelente votação, a vereadora do Recife, Marília Arraes, prestigiou a posse do namorado, André Cacau, na Primeira Secretaria da Câmara de Salgueiro. Já o novo presidente da Casa será o vereador George Arraes. Ele foi eleito sem o aval do prefeito Clebel Cordeiro, que, por sua vez, tem perdido prestígio político na cidade porque seu governo anda mal das pernas.

BALANÇO – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou balanço de acidentes no final de ano. Entre os dias 28 de dezembro e 1º de janeiro, foram registrados 56 acidentes nas rodovias federais no estado, deixando 45 pessoas feridas e nove mortas. A mesma operação, no ano anterior, teve um dia a menos, registrando 53 acidentes, com 35 feridos e três mortes.

Perguntar não ofende: Como Paulo Guedes vai mexer na previdência dos militares sem contrariar o chefe?

Publicado em: 02/01/2019